Em cidade alagada, famílias fazem ‘vaquinha’ para comer no

Moradores na cidade de Anamã (AM), que está debaixo d’água devido à cheia do rio Solimões, estão alojados em barcos improvisados e têm de fazer “vaquinha” para comer.

Uma balsa de dois andares foi adaptada e é usada como hospital na cidade, que está alagada desde a segunda quinzena de abril –cerca de dez mil pessoas são afetadas. O cemitério está submerso, não há coleta de lixo, escolas e órgãos públicos estão fechados. As redes elétrica e de água e o comércio funcionam parcialmente.

No Amazonas, 38 dos 62 municípios estão em emergência por causa das cheias. Há 321.200 pessoas afetadas. (Folha.com)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation