Movimento 350 no Acre

 A organização “350.org” lançou uma campanha mundial para “ligar os pontos” entre emissões de CO2 derivadas de combustíveis fósseis, mudanças climáticas e eventos climáticos extremos. Com o tema “Dia de Impactos Climáticos”, a campanha será realizada em vários países no próximo dia 05 para chamar a atenção da sociedade sobre a relação entre os desastres naturais e as mudanças climáticas.
Na capital diversas instituições e universidades, além de um grupo de pessoas, estão organizando atividades durante toda a semana, com palestras, cursos, jogos, shows e caminhada. Ontem, pesquisadores estiveram presentes na Assembleia Legislativa e na Câmara de Vereadores para debater sobre a importância do evento e das medidas a serem tomadas.

 De acordo com Foster Brown, Pesquisador do Centro de Pesquisa de Doodsrol e da Universidade Federal do Acre (Ufac), o movimento tem uma grande importância e serve para conscientizar. “Nós temos a preocupação que estamos mudando a composição da atmosfera. Com a queima de combustíveis fósseis como o carvão mineral, petróleo e gás, estamos aumentando o quantidade de gás carbônico na atmosfera. Isso está causando uma desestabilização climática. A ideia é tentar fazer com que os impactos sejam menores. Esse movimento é para pensarmos como mudar a economia para uma redução de uso do carbono.Essa é uma situação que afeta a todos. Vamos repassar as informações, para as pessoas fazerem suas decisões. Faremos parte da sensibilização, explicando que nós podemos ter um futuro diferente, dependendo das decisões que tomamos”.

 Tadeu Melo, professor de Ciências Biológicas da Natureza da Ufac, acadêmicos estarão participando e irão fazer divulgações das informações durante o evento. “O movimento 350 está realizando diversas atividades na cidade, com o objetivo de mobilizar e informar as pessoas. A universidade está mobilizando os alunos para a produção do material de divulgação. O principal evento acontecerá no dia 05, às 15 horas no Mercado Velho, onde terá a apresentação de todos esses trabalhos. Estamos mobilizando o meio acadêmico para divulgar essas informações. Quem quiser participar, pode comparecer lá”.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation