Tião Viana consolida o projeto Cidade do Povo junto ao Ministério das Cidades

ZPE-PRONTAO governador Tião Viana discutiu ontem, 2, com a secretária Nacional de Habitação do Ministério das Cidades, Inês da Silva Magalhães, os últimos detalhes da consolidação da Cidade do Povo, o ousado projeto do governo estadual que vai ajudar o Acre a ser o primeiro estado do país a zerar o seu déficit habitacional. Com a construção assegurada de 9,2 mil casas, o Cidade do Povo foi elogiado pela secretária Inês Magalhães por estar sendo construído levando em conta os mais modernos conceitos de ocupação urbana, com disponibilidade de áreas comerciais e de lazer para os seus habitantes.

Das 9,2 mil casas com construção já garantida, 3.511 mil serão destinadas para alojar as famílias que moram em áreas alagadiças da Capital e das cidades de Xapuri, Brasiléia e Sena Madureira, também atingidas pelas últimas enchentes dos rios acreanos. Também estão garantidas 3.348 casas para trabalhadores com renda de zero a três salários mínimos, duas mil para quem recebe de três a seis salários e 600 casas para quem tem salários de seis a 10 salários. O projeto Cidade do Povo prevê investimentos da ordem de R$ 1,1 bilhão, com recursos originários do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo Dilma Rousseff.

“Vamos ter no Acre o primeiro empreendimento com planejamento urbano, que vai se transformar em modelo para a expansão do crescimento de outras cidades acreanas”, assinalou o governador, que estava acompanhado do senador Aníbal Diniz e dos secretários de Obras, Wolvenar Camargo; do Planejamento, Márcio Veríssimo; e da Comunicação, Leonildo Rosas.

O senador Aníbal Diniz destacou para a secretária de Habitação a importância do projeto Cidade do Povo para garantir moradia a quem ainda não tem moradia na Capital do Estado, além de atender aos milhares de moradores que ainda habitam as áreas de risco atingidas pelas cheias dos rios acreanos. “É um projeto de grande alcance social para o nosso Estado”, disse Diniz.

Com uma agenda bastante movimentada na capital federal, o governador Tião Viana, sempre acompanhado dos secretários Márcio Veríssimo e Leonildo Rosas, também teve audiências com o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas; e com o secretário-executivo do Ministério das Minas e Energia, Márcio Zimmernann; além de manter contato com o ministro da Pesca, Marcelo Crivella.

Recuperação de ramais agrícolas
Com o ministro Pepe Vargas, Tião Viana solicitou a liberação de R$ 5 milhões para se somarem aos recursos que o governo estadual vem aplicando para recuperar de cinco mil quilômetros de ramais agrícolas do Estado, que atendem basicamente os produtores da chamada agricultura familiar.

Na audiência com Vargas, o governador também solicitou recursos visando a ampliação do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que vem garantindo mercado para os produtos dos agricultores familiares de vários municípios. Os produtos regionais adquiridos pelo estado através do PPA estão sendo direcionados para a merenda escola.

O ministro Pepe Vargas confirmou ao governador o apoio que seu Ministério está dando aos produtores rurais atingidos pelas últimas enchentes dos rios acreanos prorrogando por um ano o pagamento das prestações dos financiamentos agrícolas adquiridos junto ao Banco do Brasil e à Caixa Econômica Federal

Em contato com o ministro da Pesca, Marcelo Crivella, o governador comemorou a notícia que lhe foi dada sobre o envio de cinco máquinas para am-pliar a escavação dos tanques que estão sendo construídos nos vários municí-pios acreanos para o aumento da produção de peixe do Estado. (Agência Acre)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation