Pular para o conteúdo

Shantala, prática milenar está à disposição das gestantes por meio do SUS

Massagem - 1 OL Desde o início do ano, servidores das unidades de saúde em Rio Branco, estão sendo capacitados para realizar em si mesmos e ensinar gestantes as práticas de automassagem e a Shantala (massagem para bebês). As práticas de massagem, asanas de yoga, respiração e meditação beneficiam diretamente a mulher durante e após a gravidez, confirma o massoterapeuta Bento Marques.

 As técnicas da massagem será aplicada nos recém-nascidos e ensinada aos profissionais da maternidade Bárbara Heliodora pelo massoterapeuta Bento Marques, nesta segunda-feira, 26, das 8 às 11 horas, e na terça-feira, 27, das 8 às 11 horas.

 A shantala pode ser feitas em bebês de um mês até os oito anos idade. Um procedimento diário que precisa de poucos recursos e pode ser feito pela mãe, pai ou por qualquer pessoa do cotidiano da criança.

 “É Um momento contato íntimo e profundo entre mães, pais e bebes. Simples gestos como tocar, olhar e ouvir a voz da mãe faz com que a criança se sinta segura”, confirma o massoterapeuta.

 O vínculo de afeto e contato proporcionado pela Shantala é pregado pela Rede Cegonha e tem total apoio da Secretaria Estadual de Saúde. “Assim como incentivamos o aleitamento materno para intensificar esse vínculo entre mãe e o bebê, estamos implementando nas unidades de saúde a Shantala. Os profissionais que já fizeram a capacitação de automassagem, por exemplo, já demonstram resultados positivos na vida diária”, confirma a Gerlívia Angelim do apoio rede cegonha (MS/SESACRE).

 A Taxa de gravidez não planejada é alta no Acre, explica Gerlívia, com isso, a gestante não se preparou para receber esse bebê, então iniciativas como essas, auxiliam na adequação do corpo para as transformações que acontecem durante a gravidez, conclui.

 “Os bebes que tem nascido na Maternidade Barbara Heliodora já vem recebendo as técnicas que são repassadas a mães para dar prosseguimento em casa”, confirma Gerlívia.

 As vantagens da automassagem são inúmeras, como por exemplo, a pessoa não precisa de um profissional e bastam apenas 20 minutos de pratica diária. “A respiração melhora, pulmão fortifica, coração irriga, sangue limpa, oxigena o cérebro, coluna volta para o lugar, enfim as pessoas ficam saudável física, emocional e psicologicamente”, destaca Bento.

 Os interessados podem participar de uma aula de automassagem podem comparecer no Horto Florestal todas as sextas-feiras a partir das 8h30.

Técnicas milenares a serviço da saúde humana
 O massoterapeuta Bento Marques Albuquerque tem uma trajetória de 18 anos ensinando no Brasil inteiro as práticas de automassagem, pranayamas e meditação. “Aqui no Acre comecei em 2005 com os idosos e estou retornando para trabalhar nas unidades hospitalares esse sistema de cura e harmonização”, explica.

 A maioria das técnicas vem da Índia e da China e alguns mestres fizeram junções de técnicas orientais com as ocidentais. “A automassagem na verdade é uma mistura de do-in com a acupuntura que é a descoberta dos meridianos corporais que são estimulados. Nós fazemos as respirações da yoga e alguns alongamentos sempre conscientes do nosso corpo físico. São técnicas orientais milenares que estão entrando nos hospitais do Acre”, confirma Bento.