Pular para o conteúdo

Impostômetro: Acreanos já pagaram este ano mais de R$ 220, 5 milhões

 O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo apontou que os brasileiros já pagaram mais de R$ 1 trilhão em impostos, no último dia 27. No Acre já foram pagos mais de R$ 220,5 milhões desde 1° de janeiro de 2013.

 O cálculo leva em conta todos os valores pagos pelo contribuinte ao governo federal, Estadual e municipal, incluindo multas e juros. Com esse valor, a associação sugere que poderiam ser compradas mais de 2.740 ambulâncias equipadas. Construir mais de 6.301 casas populares de 40 m2. Contratar mais de 16.532 professores do ensino fundamental por ano. Construir mais de 766 postos de saúde equipados. Além de Contratar mais de 13.698 policiais por ano.
Todo o cálculo é baseado nos valores divulgados pela Secretaria do Tesouro Nacional, Receita Federal, Caixa Econômica Federal, Tribunal de Contas da União, e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 Segundo a entidade, até amanhã, cada brasileiro terá pago R$ 5.117,86 em tributos no ano. Ainda de acordo com a associação, do total de R$ 1 trilhão, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) representa 20,66% do total, seguido pela contribuição previdenciária para o INSS (18,02%), Imposto de Renda (17,17%) e Cofins (10,84%). A média de arrecadação diária totaliza R$ 4,72 bilhões.

 O Brasil tem uma das maiores cargas tributárias do mundo e em alguns casos, ou itens, a carga tributária pode chegar a 80%, brasileiros pagam mais impostos do que países como Alemanha (36,4%) e Canadá (35,2%), onde os valores recolhidos com tributos custeiam com qualidade os serviços essenciais como educação, saúde, segurança e transporte público.
Do R$ 1 trilhão, o tributo de maior arrecadação é o ICMS, com 20,66% do total, seguido da contribuição previdenciária para o INSS com 18,02%, do Imposto de Renda com 17,17% e da COFINS com 10,84%.A média de arrecadação diária totaliza R$ 4,72 bilhões, sendo que por segundo é arrecadado o valor de R$ 54.633,48.Até 27/8, cada brasileiro já terá pago R$ 5.117,86 em tributos. Até o final do ano, cada brasileiro terá desembolsado aproximadamente R$ 8.202,00.

Arrecadação por região

 A Região Sudeste concentra 63,52% de toda a arrecadação, seguida da Região Sul com 13,41%, Região Centro-Oeste com 10,61%, Região Nordeste com 9,07%, e Região Norte com 3,39%.São Paulo é o estado com maior arrecadação, com 37,58%, seguido do Rio de Janeiro com 16,17%, Minas Gerais com 6,98%, Distrito Federal com 6,92%, Paraná com 5,38% e Rio Grande do Sul com 4,91%. Os estados com menor arrecadação são Acre com 0,12% do total, Amapá com 0,11%, e Roraima com 0,09%.