Pular para o conteúdo

Marcus Alexandre anuncia licitação do Shopping Popular

Em visita ao Camelódromo na tarde desta terça-feira, 15, o prefeito Marcus Alexandre compartilhou com os lojistas que já foi publicado o edital de licitação da obra do Centro Popular de Compras de Rio Branco, o Shopping Popular e, tão logo conhecida a empresa vencedora, a Prefeitura  lança a ordem de serviço para iniciar as obras.

Acompanhado do presidente do Sindicato dos Camelôs de Rio Branco, Antonio Carlos, o Juruna, Marcus Alexandre, como sempre, foi muito bem recebido pelos comerciantes e usuários do Camelódromo e Terminal Urbano.

A avaliação do projeto, a distribuição dos permissionários, a concorrência pública e todos os demais pontos do processo de implantação do Centro Popular de Compras é rigorosamente acompanhamento por uma Comissão de Transparência composta por comerciantes, gestores, vereadores e técnicos do  Sebrae.

A publicação do edital de licitação permitirá que a empresa responsável pelas obras seja conhecida ainda no mês de novembro e a previsão é de que as obras iniciem ainda este ano. “Estamos cumprindo nosso compromisso assumido com os comerciantes do calçadão”, afirmou o prefeito Marcus Alexandre.

O Centro Popular de Compras é um compromisso do prefeito Marcus Alexandre com os comerciantes do Calçadão da Benjamin Constant e faz parte do processo de reurbanização do centro da cidade, neste caso a orla do Rio Acre.

Até chegar ao anúncio da abertura da licitação, o prefeito percorreu um longo caminho. Porém, em todas as audiências em Brasília, ele contou sempre com o apoio irrestrito dos gabinetes dos senadores Jorge Viana e Aníbal Diniz, que fizeram questão de colocar à disposição da prefeitura a estrutura necessária, inclusive marcando várias audiências, para garantir os recursos necessários e acompanhando sempre que possível.

O shopping popular terá cerca de 450 boxes divididos em três andares e será construído ao lado do Terminal Urbano. Serão 165 box no térreo, mais 165 no primeiro piso e outros 120 no 2º piso, onde ficará também a praça de alimentação, elevadores e jardins. O empreendimento será erguido numa área de mais de 12 mil metros quadrados. Além dos comerciantes que estão no Camelódromo, os que ficam na “pedra” do calçadão perto do Colégio Acreano, também serão transferidos para o shopping. (Ascom PMRB)