Pular para o conteúdo

Telexfree: Diniz apela ao MPE para que provas sejam enviadas ao TJ

O deputado Moisés Diniz (PCdoB) pediu informalmente que o Ministério Público do Estado do Acre, por meio da sua promotoria de Defesa do Consumidor, dê mais celeridade aos trâmites relacionados ao processo contra a Telexfree, de modo que ele possa ser apreciado pela Justiça ainda antes do Natal. Numa de suas postagens na sua página pessoal do Facebook, o vice-presidente da Assembleia Legislativa afirmou que os divulgadores mereceriam uma resposta, favorável ou não, por parte do Parquet, até o final deste ano.

“Sabemos que a Justiça tem os seus prazos, mas se essa decisão passar do Natal, ninguém vai entender”, escreveu o parlamentar, numa de suas postagens. Segundo o parlamentar, são 1,5 milhão de divulgadores brasileiros no aguardo de uma decisão da Justiça. 

“Se ainda será dado ao MP prazo para produção de provas, então, pelo amor de Deus que a senhora (…) promotora (Alessandra Marques) entregue logo essas provas”, ressaltou Diniz.

Na última sexta-feira, Moisés Diniz havia acompanhado a audiência de conciliação entre o diretor de marketing da Telexfree, Carlos Costa, os advogados da empresa e o Ministério Público do Estado do Acre, na esperança de que pudesse sair um acordo.

No entanto, na sessão, ocorrida na 2ª Vara Cível do Fórum Barão do Rio Branco, a empresa não aceitou proposta do parquet acreano que pedia o ressarcimento dos divulgadores.