Pular para o conteúdo

No Acre, Operação PC 27 prende 79 criminosos

 A Operação PC 27 no Acre teve uma característica própria: 62% dos 79 presos estão envolvidos com o tráfico ou comércio de drogas. O destaque dessa atuação ficou sob a responsabilidade da Delegacia de Repressão a Entorpecentes e da equipe da Regional do Juruá.

 No grupo de criminosos acreanos, os policiais conseguiram prender 6 “chefões”. Três envolvidos com o tráfico no Acre foram presos em Mato Grosso, em trabalho articulado entre as equipe dos dois estados.

 A Operação PC 27 tem por objetivo executar medidas de impacto na área de segurança pública, observando as peculiaridades de cada região. O trabalho parte de uma articulação entre polícias civis dos 27 estados da federação (daí o nome PC 27).

 No Acre, as drogas mais encontradas foram cocaína, maconha e haxixe. Atualmente, os órgãos de segurança púbica contabilizam em cerca de 1 tonelada a quantidade de drogas apreendida no período de seis meses que antecederam a operação.

 Só nos três dias da PC 27, foram apreendidos 270 quilos. “Esse resultado só foi possível porque tivemos a participação sincronizada entre as equipes da DRE e da regional do Juruá, que teve desempenho estratégico”, afirmou o assessor da secretaria de Estado de Polícia Civil, Pedro Paulo.

PC 27 (Brasil)

3.542 pessoas presas
1.943 mandados de busca e apreensão cumpridos
12.551 agentes civis participaram da ação de repressão ao jogo do bicho, venda de produto pirata, tráfico de drogas