Pular para o conteúdo

Gazetinhas 06/12/2013

* Eita pau!

* Muitas emoções neste restinho de semana…

* Primeiro, esse bafão do senador Aníbal Diniz, que resolveu acabar logo com esse nhenhenhe de diplomacia e soltou o verbo sobre a vaga da FPA ao Senado.

* É do PT e ninguém tasca, companheiros!

* Bom, pelo menos é o que eles dizem, né? Eles, do PT…

* Em conversa, esta semana, com o jornalista Luís Carlos Moreira Jorge, da coluneta aqui ao lado, Aníbal foi curto e grosso.

* Ops, direto… Não vamos botar mais lenha na fogueira, minha gente! Ou vamos?!

* Ririri.

* “Se a deputada Perpétua Almeida quiser vencer a eleição do Senado, terá que passar muito sebo na canela para ganhar de mim no voto, pois, não existe hipótese de que eu não dispute a reeleição”.

* E mais: “então a Perpétua esqueça que vou desistir e trate de montar alianças fora do PT para sua candidatura”.

* Iiiixi! Alguma dúvida, leitor? Eu não tenho, não…

* Na análise do senador, o fato de a deputada comunista aparecer hoje à frente nas pesquisas não significa nada… Segundo ele, o que vale mesmo é a campanha.

* E, neste caso, enquanto Perpétua terá somente o apoio do PCdoB, ele, Aníbal, terá o PT com toda a sua estrutura e os demais partidos que estão na aliança com o PT dentro da FPA.

* E esse apoio todo já tá decidido, senador?

* Bom, o certo é que agora o caldo entornou.

* A companheira já anunciou que está pronta pra batalha…

* E a guerra está declarada.

* Entre os policiais militares, a indignação é geral por conta da prisão dos 11 policiais acusados de matar o auxiliar de pedreiro Gildemar da Silva Lima, o Aladim.

* Ontem, o sindicato da categoria organizou um protesto em frente à Aleac, repu-diando a forma de condução do inquérito, que corria em segredo de Justiça.

* Corporativismo normal em casos como esse…

* Por um lado, estão certos em exigir o direito de ampla defesa e um julgamento justo.

* Porém, não se pode fechar os olhos para as provas apresentadas pela Polícia Civil.

* Foram três meses de investigação, com utilização de moni-toramento eletrônico e quebra de dados telefônicos.

* Conforme explicou o secretário Emylson Farias foram utilizados oito meios de provas: testemunhais, técnicas, periciais e várias contradições nos interrogatórios.

* “Provas robustas”, concluiu ele.

* Tem que ver isso aí

* Ainda falando em Justiça, governador Tião Viana bateu o martelo e escolheu o procurador Oswaldo D’Albuquerque como novo chefe do MPE.

* Oswaldinho foi o terceiro mais votado na lista tríplice eleita pelos procuradores e promotores.

* Terá o desafio de manter a seriedade e a lisura na condução do órgão, impostas pela antecessora Patrícia Rêgo.

* É o que se espera.

* Interina: Maíra Martinello.