Pular para o conteúdo

Curso em Cruzeiro do Sul é suspenso pelo MEC devido a notas baixas

 O Ministério da Educação (MEC) suspendeu 270 cursos de ciências humanas e sociais aplicadas em todo o país. No Acre, apenas 1 curso de administração da Faculdade de Desenvolvimento Sustentável em Cruzeiro do Sul foi cancelado. A medida já vale para os atuais processos seletivos. Deixarão de ser ofertadas 44.069 vagas no vestibular de verão do próximo ano dos cursos que tiveram pela 2ª vez notas baixas na avaliação do MEC.

 Foram avaliados, neste ano, 8.184 cursos de ensino superior, divididos em 10 carreiras de bacharelado e 6 tecnológicas. Entre elas, por exemplo, estão Direito, Administração, Relações Internacionais, Psicologia e Comunicação Social.

 Os indicadores de qualidade do ensino superior são referentes a 2012, como o conceito preliminar de curso (CPC) e índice geral de cursos (IGC). Em uma escala até 5, os conceitos 1 e 2 são considerados insatisfatórios. Instituições de ensino e cursos ficam sujeitos às medidas de regulação e supervisão.

 Para reverter à sanção do MEC, as instituições devem assumir o compromisso de traçar um plano de melhorias detalhado e medidas a serem tomadas em curto e médio prazo. Em 60 dias, os cursos mal avaliados devem passar por reestruturação no corpo docente. Ou seja, investir em dedicação integral e titulação dos profissionais.

  Em 180 dias, a meta é a readequação da infraestrutura e do projeto pedagógico. O plano de melhoria será acompanhado por uma comissão de avaliação, que fará relatórios periódicos. Caso se verifique o não cumprimento das medidas, será instaurado processo administrativo, que pode resultar no fechamento do curso.

 Para quem fez vestibular – Os processos de seleção de diversas instituições estão abertos. Mas, com a decisão do MEC, não terão mais validade os vestibulares para 270 cursos que tiveram baixo desempenho em cursos em 2009 e em 2012. Segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, mesmo com estes processos seletivos abertos e com provas sendo realizadas, nenhum aluno poderá ser matriculado nas graduações punidas. O estudante poderá optar por outro curso da mesma instituição que não foi mal avaliado ou escolher outro local para estudar.