Pular para o conteúdo

Deficiente auditivo escapa de linchamento após tentativa de estupro em Epitaciolândia

O deficiente auditivo Adão Alves Lima, 19 anos, foi preso sob acusação de tentar estuprar uma criança, cuja idade não foi divulgada, na zona rural de Epitaciolândia (a 240 quilômetros de Rio Branco), na madrugada de terça-feira, 3.

Ele teria saído de casa e ido a residência de um vizinho que é deficiente visual. Segundo a polícia, o indivíduo entrou na casa, pegou o vizinho e o levou para o quintal.

Logo depois, pegou o garoto pelo pescoço e teria tentado abusar sexualmente dele. Vizinhos teriam ouvido os gritos de socorro da criança e arrombaram a casa flagrando Adão Alves despido e tentando estuprar o menor.

Revoltados os moradores espancaram o acusado e o amarraram com uma corda em um poste e acionaram a Polícia Militar que chegou no exato momento em que outros vizinhos ficaram sabendo do ocorrido e teriam se reunido para linchar o mudo que escapou porque os militares chegaram a tempo de evitar o linchamento.

De acordo com informações Adão Alves já teria assassinado uma pessoa na Bolívia, foi preso e depois de um ano liberado para morar com o pai na zona rural de Epitaciolândia.