Política local 24/01/2014

“O ministro é um apaixonado, um homem de visão para o Brasil”.
 Governador Tião Viana sobre Gastão Vieira, durante a assinatura da ordem de serviço do Shopping Popular.

Não disse nada
O ministro Gastão Vieira veio a Rio Branco trazendo R$ 17 milhões para dar início às obras do Shopping Popular. Todo mundo ficou feliz. Ou quase todo mundo. Na hora de falar à imprensa, faltou um pouco de clareza e objetividade.  Ele não disse nada com nada. Repetiu apenas o discurso do belo e do novo. De modo prático não trouxe novidades no seu discurso nem anunciou grandes investimentos.

Esperto
Esperto o governador Tião Viana. Segundo informações, a inauguração do espaço não estava na pauta. O ministro viria apenas para a agenda do shopping popular. Em política quem chega por último bebe lama.

Roubou a cena
Aníbal Diniz roubou a cena e ressaltou em sua fala a liberação dos recursos para o shopping popular entregue também pelo ministro Gastão Vieira. As emendas de Jorge e Aníbal somam R$ 18 milhões para a construção do novo espaço.

Só alegria
Quem estava só alegria era o prefeito, Marcus Alexandre. O prefeito destacou que o espaço não causará transtornos aos comerciantes durante as obras. Disse que fará tudo para entregar no prazo, ou seja, 18 meses.

Boa iniciativa
Boa iniciativa do secretário de Turismo, Leonildo Rosas, em tornar o antigo cenário em que foi gravada a minissérie, Amazônia, em ponto turístico. Entretanto, é necessário criar uma logística para atrair os turistas, pois o local fica distante do centro urbano.

Não pode parar
E, por falar em boas iniciativas, merece destaque também a esperteza dos gestores do Programa Ruas do Povo. Aproveitaram os raros dias de sol que o Acre teve nestes últimos dias (marcados por muitas chuvas) para tocar obras do programa no bairro Sobral.

Radicalizar
Quem prometeu radicalizar se não liberarem os recursos da Telexfree é o deputado Moisés Diniz. Moisés tem se tornado um defensor fiel à causa. Diniz esquece que os divulgadores da empresa em todo o país não votam no Acre.

Não passa de 30 mil
Ouvi dizer que os investidores da Telexfree, no Acre, não passam de 30 mil. Pelo que ouvi há uma confusão entre cadastros e pessoas, ou seja, uma pessoa pode ter mais de 1 cadastro, o que daria os 70 mil.

Empolgação
Todo mundo empolgado pela entrada oficial do deputado Henrique Afonso no bloco de Cameli. O louco dessa história é que Henrique era rival de Vagner Sales e agora toma cafezinho com ele. Pode isso? Na política tudo é volátil.

Mais um
Há rumores que o bloco de Cameli e Bittar deve arregimentar mais um partido. Dessa vez será o PSC da deputada federal, Antônia Lúcia Câmara. Falando nela, não sei como ela não se lançou candidata ao governo.

Quem não lembra?
Quem não lembra que ela lançou sua candidatura à prefeitura de Rio Branco e no meio do caminho trocou seu vice. Trocou Anute pelo pastor Hélio Gomes. Será que ela vai repetir a dose?

Atendidos
Enfim alguém vai voltar a fazer algo pelos haitianos. E é claro que será o governo estadual (porque se fossem esperar pelo federal, que calamidade que seria). O Saúde Itinerante vai atendê-los e outro programa da Sesacre vai imunizá-los.

Peixes que até chineses veem
Hoje o governador Tião Viana, acompanhado do secretário da Sedens, Edvaldo Magalhães, vai inaugurar um projeto de suma importância para os planos de piscicultura do Estado. Trata-se do Centro Tecnológico de Produção de Alevinos do Juruá, que fará parte do Núcleo Industrial de Piscicultura da região. O laboratório será um divisor de águas da atividade no Acre, viabilizando benefícios diretos a 1.500 piscicultores no Juruá. Uma aposta para fortalecer a cadeia de peixes, que desperta interesses até na China.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation