Pular para o conteúdo

O que menos interessa

A semana começa com servidores e agentes da Polícia Civil mobilizados para novas paralisações e até mesmo uma greve por tempo indeterminado e isso trará sérias consequências para a sociedade que ficará à mercê e refém da criminalidade.

Já se disse e vale repetir que as lideranças do movimento e as autoridades do setor da segurança pública precisam reabrir quanto antes as negociações e avaliar o que pode ou não ser concedido sobre as reivindicações que estão sendo feitas pela categoria.

Na edição do domingo deste jornal, o deputado Edvaldo Souza chamou a atenção para um fato grave, denunciando que a situação chegou a este impasse por culpa dos próprios deputados que não teriam levado em conta as reivindicações dos servidores, aprovando apenas o reajuste salarial dos delegados.

Isso não poderia ter acontecido e é preciso que as autoridades do setor e as lideranças do movimento encontrem uma saída para o impasse. O que menos interessa à sociedade são a insegurança e a exploração política que alguns segmentos já começam a fazer sobre ocorrências policiais, como se vem observando.