Pular para o conteúdo

Instituto Ecumenico e poder público se unem na terça, 21, contra a intolerância religiosa

 Nos anos de 1940, a luta entre católicos, protestantes e outras crenças era acirrada ! Basta ler no Acre “História da Diocese de Rio Branco”, feita por dom Joaquin Pertiñez, sobre as relações da Igreja com a Maçonaria, Protestantismo e outras Instituições Religiosas que culminaram na década de 1950 com a queima de maus livros, numa grande fogueira, recolhidos no mês de maio. Evidentemente a situação hoje não é mais a mesma, as Igrejas abandonaram muitos de seus hábitos hostis mas ainda há muito a ser feito!

 A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República lembra que a data de 21 de janeiro, “Dia Mundial da Religião” é a data em que no Brasil se promove o “Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa”, instituído pela Lei Federal 11.635/2007.  Esta é a razão porque uma Comissão integrada de Entidades do Poder Público e pelo Instituto Ecumênico estarão realizando importante Ato Público contra a Intolerância Religiosa, na próxima terça feira, a partir das 9.00 horas no Teatro Hélio Melo – Centro, sendo na sequência aberta uma Exposição sobre Religiões Afro, no Memorial.

 No Estado acontece em relação à Diversidade Religiosa todo um trabalho através da Secretaria de Estado da Justiça e Direitos Humanos além da Secretaria de Estado de Educação, entre outras, como também vem acontecendo na Prefeitura da Capital com a criação da Secretaria de Direitos Humanos e da Promoção da Igualdade Racial. Também no âmbito da sociedade civil surgiram algumas iniciativas como o Instituto Ecumênico, a ong Cer Negro mas ainda há muito a ser realizado. Constata-se ainda  ações de natureza proselitista, as escolas públicas e privadas podem desempenhar um papel importante preparando para uma sociedade mais democrática e plural. As Secretarias de Estado de Educação e as Municipais podem ter um papel especial na capacitação de professores para esse importante momento do diálogo inter-religioso e do reconhecimento desta rica diversidade cultural e religiosa de nossa população.