Política local 21/02/2014

“Quer ser rico? Procura, então, diminuir tua cobiça”.
(Epicuro)

A volta quem dá é o anzol
A volta quem dá é o anzol. Diz o ditado. Também é assim na política. O PSDC reuniu ontem à tarde a sua executiva e tomou esta deliberação: ou o PCdoB aceita fazer uma coligação para deputado estadual ou o PSDC não apoiará a candidata comunista ao Senado. Decidiram também que, em caso de negativa apoiarão somente a reeleição do governador Tião Viana.

Manifesto na FPA
Ontem, também, presidentes de siglas nanicas discutiam a elaboração de um “Manifesto”, em protesto contra a escolha do desconhecido Davi Santiago (PSB) a primeiro suplente do Senado.

Faltou consulta
Os dirigentes dos chamados “nanicos” se dizem humilhados pela forma como se deu a escolha do pastor Davi Santiago para suplente da candidata ao Senado do PCdoB, sem uma discussão.

Ninguém conhece
Perguntei ontem na Aleac a seis deputados da base do governo se conheciam o pastor Davi Santiago e a resposta quase foi um mantra, veio neste tom: “nunca vi mais gordo”.

Encontro confirmado
O médico Carlos Beirute (PRP) confirmou ontem, que no dia 27, a executiva do PRP vai a São Paulo, para um encontro com Eduardo Campos (PSB) discutir a sua candidatura ao Senado.

Conversas avançando
Carlos Beirute diz que as conversas iniciais entre o PRP e PSB nacional avançaram, já que ambos estão coligados no plano nacional, para oficialização da sua candidatura a senador.

Compromisso com o PT
Beirute afirma que o governador Tião Viana, a quem o partido apoiará para o governo, já foi cientificado pelo presidente do PRP, Julinho, da decisão do PRP ter um nome ao Senado.

Sem problema
O senador Sérgio Petecão (PSD) disse ontem que da sua parte e crê que da Tião Bocalom (DEM), também, não haverá problema em aceitar o PV na coligação, pois, política é conversa.

“Enganaram o pobre”
Para Sérgio Petecão, “enganaram o pobre do Henrique” só para atraí-lo para a coligação do Márcio Bittar (PSDB), já que todos na aliança sabiam que caberia ao PMDB indicar o vice.

Sonhando com os anjos
Para Sérgio Petecão, os dirigentes do PV estão sonhando com anjos. “O Henrique Afonso até ontem estava com o PT, o PMDB sempre foi oposição, como ele tomar essa vaga de vice?”

Fica desmoralizado
Nessa disputa o PMDB não vai sair desmoralizado, o deputado federal Flaviano Melo (PMDB) não tem como justificar a perda da vice para o PV, um partido nanico e sem força política.

Opção feita
Conversei ontem com um político muito próximo do Márcio Bittar (PSDB) sobre a disputa. O que disse: “Luis Carlos, não há briga, opção a ser feita, o vice quem indicará será o PMDB”.

Primeira suplência
E deu uma sugestão para manter o PV na coligação do Márcio Bittar: “o Henrique Afonso fica como primeiro suplente do candidato ao Senado, Gladson Cameli. É a única saída para ele”.

Fora da discussão
O dirigente do PV, Tião Bruzugu, disse à coluna que, saiu da discussão e, justificou a sua decisão dizendo que, entrou na empreitada só com objetivo do Henrique disputar o governo.

Acabou na polícia
Enquanto isso, na querida Xapuri, a nossa Princesinha do Acre, só se fala na briga entre a mulher do tucano mais emplumado do município e uma concorrente, acabou na polícia.

Tucano Dom Juan
Houve de tudo, tentativa de agressão, quebra de carro e BO.  E o tucano Dom Juan só coça o longo bico e ri. Isso é que dá tucano querer montar harém, tinha que acabar em bicadas.

Devolve para o Uruguai
Deputado Luís Tchê (PDT), o Brasil devolve o Acre para a Bolívia e o seu Rio Grande do Sul para o Uruguai, de quem era uma província. Fica combinado assim e não se fala mais nisso, certo?

Élson Santiago
De um político calejado, com sete mandatos, só era de se esperar prudência. Cozinhou o galo até onde pôde antes de anunciar ser candidato à reeleição, afinal, é um direito que lhe assiste.

Exigência do Gonzagão
Contam que a indicação do pastor Davi Santiago para suplente do Senado foi uma exigência do pastor Luiz Gonzaga, da Assembléia de Deus, para apoiar a candidata à senadora do PCdoB.

Bancada sazonal
É a BR-364 voltar à normalidade para cessarem os clamores para a construção de uma ponte sobre o Rio Madeira. A nossa bancada federal é sazonal, só protesta durante a alagação.

Sempre aparece
Em qualquer amostragem, quem sempre aparece muito bem para deputado federal é o ex-prefeito Angelim, que além de ter sido um bom gestor, tem recente memória eleitoral.

Não acredita
O deputado federal Fla-viano Melo (PMDB) não crê em outro desfecho que não seja o PP entrar na coligação do PMDB-PSDB para a Câmara Federal. “Não apoiamos o Gladson?”, indaga.

Deu tudo errado
Nenhuma notícia promissora para a candidatura do deputado federal Márcio Bittar (PSDB) ao governo. Não conseguiu ser o candidato único da oposição, seu candidato a presidente, senador Aécio Neves (PSDB) não decola, não consegue avançar nas pesquisas, o governador Tião Viana vive um bom momento e tem o dobro de sua preferência no eleitorado. Deu tudo errado. 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation