Política local 27/02/2014

 “Não se preocupe com o futuro. Ele logo virá”.
  (Albert Einstein)

Cada macaco no seu galho
Com todo respeito ao Flaviano Melo, ele cuida do PMDB e nós cuidamos do PP”. A frase é do dirigente do PP, ex-deputado  José Bestene, rebatendo declarações de Flaviano de que o PP tem de se coligar com o PMDB e o PSDB para a Câmara Federal. “Vamos de chapa própria”, diz Bestene, que acrescentou ontem à coluna: “temos candidatos para eleger um federal”.

Não tem como obrigar
Fica difícil para o Bestene fazer essa coligação. PSDB-PMDB é a chamada “chapa da morte”.
  
Ninguém faria melhor
Opinião de quem já foi secretário de Comunicação de três governadores e de três prefeitos de Rio Branco e conhece a pasta mais delicada de um governo: Leonildo Rosas faz bom trabalho.

Raquel Moreira
Não tenho a menor dúvida que a escolha da advogada Raquel Moreira para a Secretaria de Turismo foi uma boa escolha do governador Tião Viana. É despachada, inteligente e preparada.

Dando como certo
Aliados do Tião Bocalom (DEM) davam ontem como certo que amanhã, será anunciada a chapa Bocalom para governador e Henrique Afonso (PV) para vice-governador. Fica representativa.

Respaldo da moralidade
Henrique Afonso de vice numa chapa, no mínimo dá um respaldo de moralidade.

Reação contrária
Mas, ontem também corria no PV, um movimento para impedir essa aliança e na defesa que o PV volte para a FPA, no que acho improvável. Voltar à FPA seria o fim político do Henrique.

Tucanos aos tombos
Pelo que foi fechado ontem não é só o tucano do sul que tropeça nas pesquisas, o daqui, por exemplo, pelo que vi ontem, anda aos tombos em Senador Guiomard e Rio Branco.

Resolveu as pendências?
Falam que o ex-prefeito Itamar de Sá (PT) é candidato a deputado estadual. Não seria um candidato fraco, só que primeiro tem de resolver várias pendências jurídicas nos tribunais.

Definição de vice
No encontro do PMDB programado para amanhã, em Rio Branco, o PMDB pode definir o nome do vice de Márcio Bittar (PSDB). A vereadora Eliane Sinhasique (PMDB) é a mais cotada.

Não contem com isso
O prefeito Vagner Sales (PMDB) já deu sua voz de comando no seu grupo político, nem ele e nem a mulher, a deputada Antonia Sales (PMDB) aceita entrar numa composição de vice.

Lei da infidelidade
O deputado Walter Prado (PROS) promete exigir que se aplique a lei de infidelidade partidária se o casal Deda e deputada Maria Antonia não apoiar Roberto da Princesinha para federal.

Vira bagunça
“Todos temos que apoiar o Roberto da Princesinha (PROS) para deputado federal, se é para liberar para um, que se libere para todos ou o PROS vira uma bagunça”, reagiu Walter Prado.

Por cima da bisteca
Aliás, Roberto da Princesinha, depois que levou o PROS para a FPA, ganhou um rendoso contrato de fornecimento de quentinhas às empresas que trabalham na “Cidade do Povo”.

Não tinha como
Essa eu escutei de um político da FPA, sobre o ex-prefeito Deda estar chateado por não ser o primeiro suplente da candidata ao Senado do PCdoB: “deixaria a chapa muito vulnerável”.

Processos pendentes
A importante figura da FPA refere-se ao fato de Deda responder vários processos na Justiça.

Mandato central
O senador Aníbal Diniz (PT) pretende tornar menos regional seu restante do mandato, se dedicando mais às questões nacionais. Demitiu todos que não apoiaram a sua reeleição.

Carão ao vivo
Ao ver o deputado Gilberto Diniz (PTdoB) repetir a mesma ladainha de críticas ao Tião Viana, a deputada Marileide Serafim (PSL), retrucou: “ele só critica e não apresenta uma solução”.

Mudar o repertório
Deputado de oposição tem mesmo de criticar, só que no caso do deputado Gilberto Diniz (PTdoB), ele tem de mudar o repertório de críticas, para não virar um CD furado.

Chance concreta
Caso o prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (PMDB), consiga se safar dos processos e puder ser candidato a deputado federal, será uma cadeira a menos na disputa eleitoral.

Vem do Juruá
Não tenho nem dúvida que Vagner Sales, neste caso, viria eleito do Vale do Juruá.

Nicolau Junior
É um dos nomes mais fortes da chapa de deputado estadual do PP, onde já o primeiro suplente. Virá de Cruzeiro do Sul ancorado nos votos do cunhado Gladson Cameli (PP).

Não soube lutar
O PSDC não soube lutar ou não se empenhou  para fazer o jornalista Antonio Klemer (PSDC) o primeiro suplente da candidata do PCdoB ao Senado. Perdeu para um ilustre desconhecido.

E viva o momo!
No momento em que o Acre sofre com os problemas decorrentes da cheia do Rio Acre e reflexos da enchente do Rio Madeira, não teria justificativa o governo e a prefeitura investirem milhões de reais na realização do tradicional carnaval popular do “Arena da Floresta”. E era bem melhor quando se tinha os carnavais de clubes, que acabaram justamente por o governo promover o seu carnaval, numa competição des-leal. Carnaval, cada um que faça o seu. E viva Momo! Viva o Zé Pereira! Alegria para quem é de alegria. E aleluia para quem é de aleluia.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation