Pular para o conteúdo

Davi Santiago e Pedro Longo são apresentados como suplentes de Perpétua Almeida pela FPA

 O Conselho Político dos partidos que compõem a Frente Popular do Acre (FPA) anunciaram na manhã de ontem, 28, os nomes dos suplentes da deputada federal Perpétua Almeida (PC do B/AC), na disputa à vaga de Senado nas eleições. O nome do pastor Davi Santiago (PSB) e do juiz de Direito, Pedro Longo, foram confirmados.
Na oportunidade, estiveram presentes o governador Tião Viana (PT), o senador Jorge Viana (PT/AC), a pré-candidata ao Senado, Perpétua Almeida, a pré-candidata a vice-governadora, Nazaré Araújo, dentre outras parlamentares.

 O governador Tião Viana (PT) disse que a política de alianças tem se fortalecido. Segundo ele, o anúncio da chapa majoritária demonstra a capacidade de união dos partidos da FPA. Ele lembrou, ainda, que a partir dessa segunda-feira, 3, os partidos tidos como ‘nanicos’ começam a traçar suas estratégias para a composição de deputados estaduais e federais. Acrescentou que pelo menos 19 nomes se afinam para disputar 1 das 8 vagas disponíveis na Câmara Federal.

 Ainda de acordo com o chefe do Executivo, a indicação do pastor Davi Santiago e do juiz Pedro Longo significa a diversidade do povo acreano. O governador defendeu o Estado laico, mas disse que os evangélicos decidiram participar da vida política.

 “A gente sabe que os evangélicos decidiram participar da política. Acredito que teremos uma eleição muito madura neste ano”, disse Tião Viana.

 O senador Jorge Viana (PT/AC) ressaltou a importância do cargo de suplente e anunciou que em 2018 deve se afastar do cargo de senador para que o seu 1º suplente, Nilson Mourão, assuma a vaga. O senador não comentou por quanto tempo permanecerá afastado.

“Quero confessar, em primeira mão a vocês, que daqui a 4 anos eu vou sair para que o Nilson Mourão possa ser senador”, disse Jorge Viana, pedindo empenho de todos e humildade no processo.

 O senador petista pediu, ainda, que os parlamentares que pleiteiam a reeleição tenham um tratamento diferenciado. Segundo ele, é justo esse tratamento, pois foi a partir desses deputados que pôde se compor o quadro atual.

“Tem que ter um tratamento diferenciado, porque nos ajudaram a chegar até aqui”.

 A deputada federal Perpétua Almeida (PC do B/AC) comentou que se sente fortalecida com a escolha dos nomes de Davi Santiago e de Pedro Longo. A parlamentar disse que sua relação com Santiago não é de agora e que sempre procurou se aconselhar com ele, mesmo não sendo evangélica. Ressaltou que ele é um conhecedor do Juruá.

 Já os escolhidos para o cargo, Davi Santiago, 1º suplente; e Pedro Longo, 2º suplente, disseram que a intenção é agregar valores à chapa majoritária, que tem como principal objetivo a reeleição do governador Tião Viana (PT) e de Perpétua Almeida (PC do B/AC) ao Senado.