Pular para o conteúdo

“Há um aumento exagerado no Estado de crimes contra o patrimônio”, diz Walter Prado

walterpatri 
O deputado Walter Prado (PROS) utilizou seu tempo de tribuna para tratar de Segurança Pública. Sem medir palavras, o parlamentar contestou alguns números apresentados pelos gestores de Segurança. De acordo com ele, os crimes de furtos têm aumentado no Estado. Ele voltou a pedir a criação de uma delegacia especializada somente em furtos.
“Não se pode negar que a Polícia Civil tem uma rápida elucidação dos casos, mas há um aumento exagerado no Estado de crimes contra o patrimônio. Os comerciantes da periferia estão em pânico”.

 Ele lembrou que foi o criador Grupo Antiassalto (GAP), na gestão de Salete Maia. Disse que naquele período existia a Delegacia especializada na investigação de furtos, mas não sabe o motivo que a unidade foi fechada.

 O deputado acrescentou que as polícias acreanas tem estrutura para fazer um trabalho preventivo. Ressaltou não admitir que se pregue a falta de aparato suficiente para exercer as funções. O parlamentar chegou a desafiar qualquer gestor de Segurança Pública para um debate sobre o assunto.

“Quero pedir que mude a temática. Que se faça prevenção e não repreensão. Porque a repreensão o crime já ocorreu, já ficou a vítima. Porque no carnaval e no final do ano os números é reduzido? Porque se tem polícia nas ruas. É um trabalho preventivo”.

 Walter Prado enfatizou que é inconcebível que em uma cidade como Rio Branco, os índices de crimes contra o patrimônio sejam altos. Prado ratificou que não há como dizer o contrário sobre o assunto.

 Já o deputado Jamil Asfury (PEN) tentou amenizar o discurso do colega. Disse que a melhoria da qualidade de vida do povo acreano, tem gerado um índice maior nos crimes de furto e assaltos.  “O Estado tem passado por um aumento de receitas e é natural que haja um aumento dessas mazelas sociais”, reforçou o deputado ecológico.