Pular para o conteúdo

Posseiros pedem apoio da Aleac para evitar reintegração

aleacrein 
Cerca de 300 famílias estiveram na manhã desta terça-feira, 18, na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) para pedir apoio e para impedir o cumprimento de uma ordem de reintegração de posse de áreas ocupadas, pedida pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA). As áreas ocupadas pelos trabalhadores estão localizadas em Capixaba.

De acordo com o vice-presidente da Central Trabalhadores do Brasil, José Janes, afirma que nas duas áreas moram cerca de 720 famílias que sobrevivem da agricultura de subsistência. E com surpresa receberam um ofício da Justiça, que pede a desocupação das áreas, a pedido do Incra, no prazo de 20 dias. Os trabalhadores denunciam ainda que foram excluídos do programa de reforma agrária da instituição.

“Eles sabem que a Aleac não pode resolver a situação, mas os deputados podem interceder com o governo estadual e federal” afirma o sindicalista.

 Os produtores querem ficar na terra para produzir. “Mas, não temos nenhuma esperança de que possamos permanecer da terra. Lá, tem muita gente doente, incapaz, sem ter para onde ir e  nem ter o que fazer. Nós só queremos terra para trabalha”, disse um dos líderes do movimento. Uma comissão foi recebida pelo deputado Moisés Diniz.