“Quem critica Dilma por anistiar países africanos é porque nunca passou fome”, diz Geraldo Pereira

13.04.2011 033 J. Simão O líder do Partido dos Trabalhadores, na Aleac, deputado Geraldo Pereira, rebateu as críticas feita pelo colega pedetista, José Luís Tchê (PDT) que na semana passada fez duras observações quanto ao perdão de dívidas de países africanos, pelo Governo brasileiro. Sem citar nomes, Pereira disse que as críticas são de pessoas que nunca ‘passaram fome’, além de hipócritas.

“Quando a presidenta Dilma perdoou a dívida de alguns países, recebeu críticas de quem nunca passou fome. Essas mesmas pessoas quando veem imagens fortes da fome que assola a maioria dos países africanos ficam “chocadas” com a realidade”, disparou o deputado.

O parlamentar ressaltou que o comércio internacional entre o Brasil e a África cresceu mais de 400%, nos últimos 10 anos. Segundo ele, o Brasil pode ser um grande parceiro dos países do continente africano no combate a fome. Geraldo Pereira reconhece que o uso da tecnologia empregada no campo brasileiro, podem serem introduzidas em nações africanas.

Ainda sobre as declarações de Tchê (PDT), que pediu anistia às dívidas dos estados e citou o caso do Acre, outro deputado que também criticou a postura do pedetista foi o deputado Moisés Diniz (PCdoB). O comunista disse que as declarações de Tchê não mereciam ser comentadas, bastava apenas consultar as revistas especializadas em economia para saber os reais ganhos que o Brasil teve ao anistiar dívidas de países da África. (Foto: J. Simão)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation