Política local 22/03/2014

“Jornalista não é aquele que toca na banda, é o que vê a banda passar”.
 Joel Silveira

Qual o próximo capítulo?
Qual será o próximo capítulo dessa novela Telexfree, markentig de multinível? Já daria para ter se decidido algo sobre o assunto. Ninguém aguenta mais ouvir falar nisso. Ontem, 21, o que vi no salão do povo Marina Silva, na Aleac, foram rostos sofridos. Aposentados, donas de casa, pessoas simples que nem sabe o que é de fato o markenting de multinível e querem apenas seus valores de volta. Que a Justiça faça justiça devolvendo os recursos bloqueados e prossiga as investigações. Não vejo outra saída.

Não foi o esperado…
Não foi o esperado a audiência pública realizada na Aleac para discutir o marketing de multinível. Mesmo com a presença de Acelino Freitas (PRB/BA) e do relator, deputado Roberto Lucena (PV/AC) a audiência não foi tão objetiva.

Deu show
Quem deu show foi a deputada Perpétua Almeida (PCdoB/AC). Jogou limpo com os divulgadores e parlamentares. “Se não aprovarmos até maio, não aprovaremos mais, pois nas convenções o Congresso esvazia”.

Negócio de família
Conversei com um senhor de mais de 70 anos. Investidor da Telexfree contou-me que investiu R$ 3 mil, a filha R$ 6 mil. Já a filha mais velha vendeu uma moto e investiu também, por fim, outro filho investiu R$ 15 mil. Ou seja, um verdadeiro negócio em família.

Se ia quebrar?
Se iria quebrar eu não sei. Não sou economista, mas o fato que não houve reclamações de divulgadores de que a empresa não fazia os repasses mensais das atividades desempenhadas por eles.

Não culpem o Tião
O governador Tião Viana (PT) já anda cansado de tantas complicações no seu governo. Acredito ser bobagem atribuí-lo o bloqueio. É falta do que fazer. Se analisarmos politicamente, ele não daria esse tiro no pé. Não ganharia nada com isso, só perderia.

Decisão é decisão
Acredito que decisão judi-cial é decisão judicial, embora não se pode analisar apenas a letra fria da lei. Por trás de uma lei existem vidas, o que é mais importante. Mas o caminho será encontrado por ambas as partes.

Bolsa Família
O deputado Acelino Popó (PRB/BA) questionou a justiça acreana se os brasileiros pobres tem que ficarem sujeitos ao Programa Bolsa Família para o resto da vida? Não recebo, mas o Bolsa Família é necessário. Não estar empenhado nele só a grana, mas Saúde, Educação, Esporte.

Veio lá de trás
A Bolsa Auxílio começou lá atrás, no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) com o auxílio gás e outros mais. Não acredito que são programas assistencialistas, quem os critica é porque não dependem deles para viver.

O que não pode…
O que não pode é tornar essas pessoas dependentes desse auxílio. O controle deve ser rigoroso.
 
Por onde anda?
Ontem se questionava por onde anda o deputado Luís Tchê (PDT). Responderam: “na Alemanha”. O parlamentar não especificou a agenda, mas antes que haja críticas, o deputado é vice-presidente da Confederação Parlamentar das Américas (Copa).

Cotado
Se eleito a deputado federal em outubro, Tchê (PDT) poderá assumir a presidência da Copa. Bem articulado, o deputado tem o apoio de parlamentares do Uruguai e Paraguai.

Não será dessa vez…
Falando em Tchê, o tão sonhado cargo de presidente da Aleac não será realizado, isso porque ele não disputará uma vaga de estadual. Mas se os planos mudarem, quem sabe?

Pelo menos uma!
Deputada federal Antônia Lúcia (PSC/AC) deve apoiar o defensor público, Valdir Perazzo, a deputado estadual. Em cada 10 palavras proferidas por ela, pelo menos em uma ele aparece.

Vem com tudo
A deputada federal, Perpétua Almeida (PCdoB) prometeu vir com tudo para a eleição de outubro. Na bagagem ela traz anos de muito trabalho na Câmara Federal. Mesmo se não aprovar a PEC dos Soldados da Borracha, mas já deu sua contribuição.

Vai ser difícil…
Pelos perfis parecidos, a eleição ao Senado Federal vai ser bem acirrada. Tanto Gladson (PP/AC) quanto Perpétua (PCdoB/AC) tem aceitação popular, portanto, os candidatos ao Governo do Estado não pensem que terão votos casados.

Tá dividido
Tem eleitores que votarão em Gladson, mas não votam em Márcio Bittar (PSDB/AC) e ficam com o Tião (PT). O quadro se repete do lado inverso, ou seja, entre Perpétua e Tião Viana (PT).

Não podia ser diferente
Não podia ser diferente em finalizar a coluna falando em outro assunto, se o assunto do dia foi a Telexfree. O certo que muitos dos divulgadores, os que tinham posses migraram para a Telexfree Americana.  O que se via ontem, na Aleac, eram pessoas sofridas, comuns, a maioria aposentados. Não se viu faixas produzidas em gráficas, carros do ano, nada disso, o que via era a simplicidade de um povo diante de tanto impasse.

*INTERINO: José Pinheiro

Assuntos desta notícia


Join the Conversation