“Efeito manada”

Oportuna e necessária essa reunião realizada pelo governador Tião Viana com os proprietários dos postos de combustíveis da cidade para tratar da questão do abastecimento e estabelecer algumas medidas para contornar a crise de desabastecimento causada pela cheia do Rio Madeira.

Depois de alguns dias críticos, o que se tem observado é que a situação melhorou um pouco com a chegada das balsas vindas de Manaus e espera-se que melhore ainda mais com a importação do produto do Peru já autorizada pelo Governo Federal.

Se os órgãos governamentais vêm fazendo a sua parte, espera-se que a sociedade, os consumidores também façam a sua, como já se recomendou evitando fazer estoques do produto e, sobretudo, economizando, usando mais o transporte coletivo, a carona e outros expedientes.

Como se vem alertando, o Estado passa por uma crise sem precedentes que deverá perdurar ainda por algumas semanas e o que se tem a fazer é usar o bom senso para saber contorná-la. Em nada contribuem atitudes politiqueiras ou revanchistas nem o chamado “efeito manada”, deixando-se levar pela opinião dos outros, por boatos.

O momento é de reflexão, bom senso e responsabilidade social.

Assuntos desta notícia