Mais medicamentos e cilindros de oxigênio chegam à capital acreana

 Com a cheia do Rio Madeira e consequente interdição da BR-364 – ponto que liga o Acre à Rondônia – o governador Tião Viana não mede esforços para evitar o desabastecimento do estado. E com apoio do governo federal, Força Aérea Brasileira (FAB) e, ainda, aviões fretados pelo governo Estadual, chegaram nesta quinta-feira, 27, em Rio Branco, voos carregados com 4,36 toneladas de oxigênio e mais de três toneladas de medicamentos.

 Os produtos hospitalares serão distribuídos para os postos de saúde municipais e hospitais de todo Estado. De acordo com informações da sala de situação, 2,5 toneladas de medicamentos serão destinadas à saúde municipal, 1,1 toneladas à estadual e 0,5 toneladas para farmácias locais.

 O Acre vive hoje uma crise ocasionada pela maior tragédia natural da história da Amazônia Ocidental. Com isso, o governo do Estado apoia toda logística para a entrada de produtos que visam o atendimento à população.

Alimentos: Os voos da Força Aérea Brasileira e os fretados continuam trazendo alimentos de Rondônia para o Acre. Neste manhã, mais 21 toneladas de hortifrutigranjeiros, 6 mil quilos de trigo e três toneladas de leite UHT desembarcaram em Rio Branco.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation