Chegam mais 720 toneladas de gás a Rio Branco

 gastoneladas
Mais uma balsa chegou na manhã de hoje, 25, ao Porto da Cadeia Velha, em Rio Branco, com 720 toneladas de gás. Esse é o terceiro carregamento que mantém a rota alternativa para garantir o abastecimento na capital. A empresa prevê que essa remessa deve suprir o estoque de revenda até 10 de abril.  Saiu de Manaus ontem, 24, a quarta balsa, com mais 450 toneladas, e a previsão  de chegada ao Estado é 7 de abril.

 O engenheiro mecânico Ney Sena explica que o gás é transferido em um sistema pressurizado para os caminhões – cada caminhão transporta 27 toneladas. Dessa maneira, o descarregamento deve continuar até domingo. Depois seguem até a unidade no Distrito Industrial para ser envasado nas botijas.

 O gerente-geral da Fogás, Reginaldo Tavares, explica que essa é a logística realizada em Porto Velho (RO), na qual os caminhões vão às plantas de engarrafamento e trazem o produto a granel para o Acre. ”Para essa logística temos uma equipe há mais de um mês aqui, e tudo isso tem um custo para a empresa. No entanto, a orientação da Fogás é de não repassar esse custo à cadeia de revenda. Por isso, caso o cliente encontre uma situação diferente dessa deve acionar o Procon”, afirma Tavares.

 A rotina é mantida, uma vez que para esse produto a orientação é ter um estoque regular, ou seja, fazer pedidos contínuos para que o estoque seja de acordo com o consumo, e quando estiver acabando, uma nova remessa esteja a caminho. A ação conta com o apoio do governo do Estado, que cede o Porto da Cadeia Velha para a atividade. A transferência de gás é acompanhada pelo o Corpo de Bombeiros, e o sargento Artemildo está com o efetivo de sete bombeiros em plantão como ação preventiva, já que se trata de um produto inflamável. E também a  Ciatran colabora, acompanhando o deslocamento dos caminhões no perímetro urbano.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation