Hemoacre necessita de mais doadores de sangue

Uma doação de sangue pode salvar até três vidas  Foto Arquivo SesacreApenas uma hora. Este é o tempo necessário para doar sangue, entre o atendimento, exame médico, retirada do sangue e descanso com lanche. Doar sangue é um ato simples, tranquilo e seguro que não provoca risco à saúde. A doação de sangue é também um ato de amor e solidariedade.

 Cerca de 60 mil pessoas constam no cadastro de doadores do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Acre (Hemoacre), mas somente 700 doações são feitas mensalmente, em média. A necessidade de sangue é constante no hemocentro. Segundo a gerente de Captação, Marlice Aquino, seriam necessárias de mil a mil e quinhentas doações por mês, para que o estoque de sangue fosse permanente.

 Com a proximidade do feriado da Semana Santa e de Tiradentes, a demanda de sangue tende a crescer, devido à elevação no número de pacientes nas unidades de saúde.
“Há uma necessidade realmente grande de sensibilizar as pessoas e mostrar para elas que doar sangue é muito importante. O sangue retirado não ultrapassa 10% do volume em circulação no corpo, além do mais, essa quantidade é reposta rapidamente pelo organismo”, ressalta Marlice.

O que é necessário para doar:

• Ter idade entre 18 e 69 anos, 11 meses e 29 dias; O limite de idade para primeira doação é de 60 anos; O candidato à doação deve estar em boas condições de saúde, sem feridas ou machucados no corpo; Pesar acima de 50 kg; Apresentar documento de identidade com foto, emitido por órgão oficial; Ter repousado bem na noite antes da doação; Fazer refeições leves e não gordurosas, nas 4h que antecedem a doação; e evitar uso de bebidas alcoólicas nas últimas 12h.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation