Delegado de Polícia Civil é acusado de atirar em menor durante operação

 A dona de casa Samia Ferreira da Silva, acusa o delegado Pedro Resende, da Polícia Civil, de ter alvejado o sobrinho dela, um adolescente de 17 anos, que foi atingido com um tiro no pé durante uma operação da polícia Civil no Beco da Amizade, localizado no Conjunto Nova Esperança.

 De acordo com informações da mulher, o sobrinho saía do Beco quando avistou a polícia e correu, segundo ela, nesse momento foram efetuados vários disparos contra o menor que foi atingido no pé sem dever nada a polícia. O menor foi socorrido por uma equipe do SAMU e encaminhado ao Pronto Socorro de Rio Branco.

Versão do delegado

 De acordo com informações do delegado Pedro Resende, ele confirma a operação policial que teve início a partir de uma denúncia anônima, informando que o adolescente estaria portando uma arma.

 O delegado acompanhado de dois agentes foram ao endereço citado na denúncia quando se depararam com o menor que, ao perceber a presença da polícia, saiu em fuga sendo perseguido, e ao tomar distancia dos agentes e delegado o menor teria sacado da arma e efetuado disparo na direção dos policiais, o que teria o obrigado a polícia a revidar os tiros, sendo que um deles atingiu o pé do menor.

 Segundo o delegado, mesmo baleado o menor conseguiu fugir e se livrar da arma que portava.

 Depois de ser atendido no Pronto Socorro o menor foi conduzido a Delegacia Especial de Atendimento a Criança e Adolescente – DEPCA onde será apurada a ocorrência.
 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation