É de Série A…

Pouca gente está dando importância ao jogo do Rio Branco pela Copa do Brasil 2014. Diferente dos últimos anos, quando o representante do Acre enfrentou clubes conhecidos nacionalmente, nesta temporada o Estrelão encara a Chapecoense. Não é um time tradicional, mas é da Série A do Campeonato Brasileiro e deveria, no mínimo, chamar a atenção dos torcedores.

O time que tem no elenco o lateral Ednei, ex-Rio Branco, não faz uma boa campanha no Catarinense deste ano. Com 15 pontos conquistados em nove jogos, a Chapecoense terminou a primeira fase do estadual na quinta posição e passou a disputar o hexagonal do rebaixamento, sem chances de título.

Por um lado, os números mostram que a equipe catarinense não atravessa o melhor momento na temporada. Por outro, se o estadual já está perdido e consumado, a Chapecoense volta todas as suas atenções para a Copa do Brasil. Apesar de querer força máxima, o técnico Gilmar Dal Pozzo terá oito desfalques para o confronto.

Um jogo que pode consagrar a volta do Rio Branco às competições nacionais após a desastrosa participação na Série C do ano passado. Com uma diretoria nova e um elenco renovado, o Estrelão busca seu primeiro grande triunfo depois do fiasco na Terceirona de 2013. Sem o principal nome no ataque (Adriano Louzada), o time vai com o que tem de melhor.

Então, amigos torcedores, é hora de deixar a televisão de lado e ir ao estádio. Não adianta cobrar, reclamar ou até mesmo xingar se você não faz sua parte. Rio Branco e Chapecoense se enfrentam nesta terça-feira (8), a partir das 19h30, no Arena da Floresta. Seis mil ingressos foram colocados à venda. As rivalidades locais precisam ser deixadas de lado. Parece clichê, mas o Rio Branco representa o Acre hoje. Vale muito a presença da torcida acreana

* João Paulo Maia é estudante de Jornalismo da Ufac
Twitter: @jpmaiaa
[email protected]

Assuntos desta notícia


Join the Conversation