Tentativa de fuga e princípio de rebelião no Francisco D’Oliveira Conde

Presença do Bope no local foi vital para conter os presos
Presença do Bope no local foi vital para conter os presos

Na manhã deste sábado, 26, uma tentativa de fuga e princípio de rebelião no Pavilhão “J” do Presídio Dr. Francisco D’Oliveira Conde, em Rio Branco, mobilizou agentes penitenciários, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

De acordo com informações, enquanto um grupo tentava pular o muro da área destinada ao banho de sol, outros presos iniciaram a rebelião.

Enquanto aguardava reforço do Bope, agentes penitenciários tiveram que atirar para conter a ação dos detentos e evitar a fuga em massa. Dois presos foram feridos a tiro nas pernas e braços.

Uma equipe do Samu socorreu os feridos e os encaminharam ao Pronto Socorro.

Policiais militares conseguiram controlar o motim e juntos com agentes evitaram a fuga.

(Foto: Lenilda Cavalcante/ A GAZETA)

Assessoria do Iapen esclarece a ação
De acordo com a assessoria do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), “dez detentos tentaram escalar a muralha com o auxílio de uma ‘tereza’ (corda feita com lençóis e toalhas), durante o banho de sol. Apenas um conseguiu sair do ‘Chapão’, mas caiu dentro da Unidade Prisional Feminina, sem deixar, portanto, as dependências do Complexo Penitenciário”.

Além dos agentes, foi necessária também a ação da Polícia Militar. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi acionado e rapidamente chegou ao local, auxiliando a operação. A assessoria alega que ao perceber a rápida ação de repressão policial, os demais presos que estavam no banho de sol voltaram para as celas, tentando iniciar um motim, que também foi frustrado. Dois presidiários foram feridos, sem risco de morte, sendo encaminhados ao Pronto Socorro de Rio Branco.

O diretor do Iapen, Dirceu Silva, ressalta que agentes e policiais agiram prontamente para impedir a fuga e que todas as medidas serão tomadas para garantir a ordem dentro da unidade prisional. (Da Redação)

Assuntos desta notícia