Mais fiscalização

O governador Tião Viana lançou ontem a segunda fase do programa Ruas do Povo, que deverá chegar aos 22 municípios do Estado, um investimento de quase R$ 500 milhões.
Muito se tem falado e discutido sobre esse programa devido à contaminação política, mas, a rigor, não se pode ser contra um programa cuja finalidade é a de melhorar a infraestrutura urbana das sedes municipais levando mais qualidade de vida à população.

Basta sair dos gabinetes e perguntar para os moradores que já foram beneficiados com este programa para se ter uma ideia do que representa ter sua rua calçada com asfalto ou tijolo. Os próprios políticos da oposição sabem disso.

Evidentemente que nesta segunda fase é de esperar que o Governo, através dos órgãos responsáveis pelo programa, acompanhe de perto a execução das obras e seja mais rigoroso na fiscalização. O que, talvez, tenha faltado em algumas obras da primeira fase.

É óbvio que a população quer ver sua rua asfaltada ou atijolada, mas também exige que o trabalho seja bem feito e duradouro.

Afinal, é o dinheiro público que está em jogo e, em quaisquer circunstâncias, precisa ser devida e corretamente aplicado.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation