Funcionário público é encontrado morto dentro de apartamento 

O corpo de Adriano Araújo Lima, funcionário público da Fundação Garibaldi Brasil (FGB), foi encontrado sobre a cama do apartamento onde ele morava, na Rua Epaminondas Jácome, bairro Cadeia Velha.

O corpo de Adriano Lima  foi achado sobre a cama, com um cobertor em cima.

Conforme informações, o cadáver apresentava uma perfuração a faça no abdômen. Supostamente, o servidor público teria sido assassinado na sexta-feira, pois o corpo já estava em decomposição.

Segundo a polícia, Adriano Lima foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte). A polícia já possui a identificação de dois suspeitos que seriam autores do crime.

Já a Associação de Homossexuais do Acre (Ahac) emitiu uma nota de pesar lamentando a morte de Adriano e revelando a suspeita de que o assassinato dele poderia estar ligado a um crime homofóbico. A entidade ressaltou o bom profissional que Adriano era e cobrou justiça.  (L.C.)

Corpo de Adriano Lima já estava em estado de decomposição
Corpo de Adriano Lima já estava em estado de decomposição

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation