Manoel Moraes critica setores da imprensa e parlamentares por considerá-lo ‘faltoso’

Moraes: críticas
Moraes: críticas

O clima na Aleac começou quente. O primeiro a fazer uso da palavra foi o deputado Manoel Moraes (PSB) que soltou o verbo aos setores da imprensa acreana que o considerou uns dos parlamentares mais faltosos da Casa.

O parlamentar também teceu críticas aos deputados Wherles Rocha (PSDB) e Geraldo Pereira (PT), que, na semana passada, cobraram uma presença mais efetiva dos parlamentares. Segundo Manoel Moraes, as suas faltas tem justificativas. Ele informou que a ausência se deu por conta de viagens ao interior do Estado, mais precisamente às comunidades de Marechal Taumaturgo.

O líder socialista continuou seu discurso pedindo aos colegas mais transparência ao invés de generalização. Ele pediu que fosse citado o nome dos faltosos para que uns não paguem por outros que não comparecem às sessões legislativas. “Se eu fosse falar eu citaria fulano, fulano e fulano”, aconselhou visivelmente irritado.

Quanto aos setores da imprensa, o deputado classificou como mentirosas e covardes as notícias atestando ele como um dos que menos comparecem aos trabalhos na Casa.

“Fazer gracinha com a honra dos outros, isso acabou no Acre. Não temos lugar pra isso. Se vier para o Acre para mentir, que fique na sua terra”, disse o deputado.

O discurso de Manoel Moraes teve vários apartes. Um deles foi do deputado Astério Moreira (PEN), que lamentou que o parlamentar tivesse sido posto como um dos mais faltosos. Ele frisou que Moraes “é um parlamentar exemplar”.

O presidente do parlamento acreano, deputado Élson Santiago (PEN), também manifestou apoio a Manoel Moraes. Santiago acrescentou que é normal que as sessões, no início, tenham o quórum reduzido, mas que ao longo do horário da sessão, os parlamentares comparecem.

Já a deputada Antônia Sales (PMDB) voltou a justificar as suas ausências. Segundo ela, o deputado não pode se prender apenas ao comparecimento às sessões, pois é necessário ouvir as comunidades. Ela falou das visitas feitas às áreas isoladas do Vale do Juruá. Para a deputada, essa é uma forma de fiscalizar se o Poder Executivo está cumprindo o seu papel.

Geraldo Pereira (PT) pediu calma ao debate e disse que essa questão com parte da imprensa já foi superada. “Isso é questão que passou. O Washington Aquino é gente boa”, ponderou.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation