‘Tarefa’ do PT é reeleger Dilma Rousseff, afirma Rui Falcão

Pesquisas querem que Dilma mude o Brasil, afirma Rui
Pesquisas querem que Dilma mude o Brasil, afirma Rui

Em meio à adesão de setores da base aliada no Congresso e do PT ao movimento “Volta, Lula”, o presidente nacional do partido, Rui Falcão, afirmou, em discurso na noite de ontem (2), em São Paulo, que “não há tarefa mais importante” do que reeleger a presidente Dilma Rousseff na eleição de outubro.

O conteúdo do discurso, a ser proferido no encontro nacional do PT, foi divulgado antecipadamente à imprensa pela assessoria de Falcão. De acordo com o presidente do partido, o objetivo do evento é formalizar “solenemente” a indicação de Dilma Rousseff como pré-candidata à reeleição.

As pesquisas atestam que o eleitorado deseja mudanças, deseja continuar mudando. Deseja superar, conservando. Ou seja, quer que Dilma continue a mudar o Brasil como vem fazendo”, Rui Falcão, presidente nacional do PT

“Faltam seis meses para o dia da eleição. Daqui até lá, não há tarefa mais importante do que obter, nas urnas, um segundo mandato para a companheira Dilma. Um outro mandato ainda melhor que o atual, com novos avanços, novos direitos, novas oportunidades, reformas estruturais urgentes e imprescindíveis”, afirma o presidente do partido.

No encontro do PT, lideranças e delegados do partido vão debater diretrizes e táticas para o ano eleitoral. São esperadas para a noite desta sexta a presença da presidente Dilma Rousseff e a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O evento da legenda ocorre em meio a pesquisas que apontam queda nas intenções de voto para a presidente, caso ela seja a candidata do PT à reeleição. Na semana passada, a bancada do PR na Câmara, partido da base aliada, anunciou que defende o retorno do ex-presidente Lula ao Palácio do Planalto.

Rui Falcão irá pedir à militância que “concentre energias” na campanha de Dilma à reeleição. Segundo ele, vencer a disputa presidencial, ampliar as bancadas do PT no Congresso e eleger governadores.

“A partir de hoje, toda a nossa energia se concentrará no objetivo central do PT, a reeleição.

E, para tanto, temos uma candidata cuja história, compromisso, atuação política e administrativa à frente do governo a credencia para a vitória”, dirá Rui Falcão no discurso, segundo texto divulgado pela assessoria do PT.

Nesta sexta, durante o evento do partido, o ministro das Relações Institucionais, Ricardo Berzoini, responsável pela articulação política do governo, afirmou que eventual candidatura do ex-presidente Lula nas eleições deste ano é “especulação”. (Correio do Estado)

Assuntos desta notícia