Globo leva com seriedade a renovação dos seus autores

É bem recente esse trabalho da Globo em formar novos autores, algo que praticamente não existiu e foi motivo de preocupação em suas primeiras décadas, a ponto de se colocar em dúvida a própria continuidade das novelas, quando chegasse ao fim a geração de Dias Gomes, Janete, Cassiano, Ivani, Lauro, Maneco, Bráulio, Durst, Benedito e Negrão. Eram poucos para, na ocasião, quatro horários de produção.

Gilberto, Aguinaldo, Glória, Silvio, Maria Adelaide, Alcides e Walcyr, dos mais antigos, vieram um pouco depois.

Mas este trabalho de renovação, em seu início, sempre foi muito lento e, em determinados momentos nem existiu.

Felizmente, de uns 10 ou 15 anos para cá, a situação se modificou gradativa e positivamente, através das oportunidades oferecidas e dos cursos promovidos pela própria Globo no Projac.

Novos e talentosos valores foram surgindo, a ponto de hoje, entre tantos nomes, haver certa dificuldade em lembrar de todos, além do João Emanuel Carneiro, Duca Rachid, Thelma Guedes, Linhares, Filipe Miguez e Izabel de Oliveira.

Foi um trabalho em seu principal produto, que a Globo, ciente da sua importância, passou a realizar com muita seriedade.

Prazo limite
Até o fim do ano que vem, o SBT já estará gerando toda a sua programação em HD. O jornalismo, que tem uma operação mais complicada, por causa das outras emissoras – próprias e afiliadas, será o último da fila.

A logística…
Que envolve essa troca do SD para o HD é bem complicada e exige uma série de providências. A Globo, por exemplo, só agora está completando esta etapa no seu jornalismo. Já a Bandeirantes, que entrou na frente, ainda se utiliza da upconversion com boa parte do seu material que vem de fora.

Este sistema…
O upconversion, internamente nas emissoras, é o considerado “agá”. Trata-se da conversão de um sinal de vídeo com resolução menor para uma maior. É o chamado jeitinho. A Globo, ao contrário da Band, não aceitou fazer isto e o SBT também não.

Ainda a propósito…
Deste assunto, agora em dezembro, com as férias dos programas, o SBT irá transformar o seu último estúdio em digital. O 6 é o único que falta, aquele usado pelos programas do Ratinho e Christina Rocha.

Sob nova direção
Nos próximos capítulos de “Império”, Cláudio (José Mayer) irá anunciar a troca do nome do restaurante.  O “Enrico” passará a ser chamar “Vicente”, por causa de seu novo chef, vivido por Rafael Cardoso.

E mais
A nova fase de Joaquim Lopes na novela irá começar depois da volta do personagem da Europa. Vai fazer visitas surpresas ao seu antigo restaurante e a casa dos pais, quando eles não estiverem lá. Serão cenas, segundo o Aguinaldo, sempre cheias de emoção. Aliás, exigido, o Joaquim foi muito bem nos últimos capítulos. Convenceu.

Que situação!
Ontem, pelo segundo domingo consecutivo, Celso Portioli apresentou o seu programa sem contrato com o SBT. A pergunta é como deixam chegar nessa situação? Pouco caso é o mínimo, porque só para esta segunda-feira está marcada uma primeira reunião para tratar do assunto. O SBT já foi mais cuidadoso e respeitoso com assuntos do tipo.

Renovou
Suzana Pires renovou contrato com a TV Globo até 2017, para as duas funções, autora e atriz. Aliás, a Suzana irá ministrar um curso na Escola de Atores Braapa, em São Paulo, nos dias 22, 23, 29 e 30 de novembro.

Assuntos desta notícia