Política local 23/10/2014

“A esperança é necessária ao coração como o sol à existência das flores”.
(Garcia da Cunha Matos)

Mercadoria que não tem
Em recente encontro com pequeno grupo de pastores evangélicos, Marcio Bittar (PSDB) prometeu: “não legalizar o aborto, liberdade de culto e não descriminalização das drogas”. Liberdade de culto consta da Constituição Federal. E quanto à liberação das drogas e aborto são matérias do Congresso Nacional. Marcio prometeu mercadorias fora da sua prateleira.

Não é mais um peladeiro
Sérgio Petecão não é mais um peladeiro do Bancrévea. É um senador da República. Por isso, não lhe caiu bem a promessa chula e antidemocrática que, se o PT ganhar, deixará o Acre.

Estavam no Afeganistão
Fosse esta máxima do senador Petecão (PSD) aplicável, Marcio Bittar (PSDB) e Tião Bocalom (DEM), que vêm de três derrotas para prefeito e governador, estariam morando no Afeganistão.

Eleição não é guerra
Eleição não é guerra, mas apenas um exercício democrático, onde ganhar e perder faz parte do jogo. Quem perde hoje pode ganhar na próxima disputa e a vida segue fora da política.

Ganhou em todas
Tião Viana ganhou em todas as prefeituras administradas pelo PT, no primeiro turno. E a tendência natural deste segundo turno é repetir a dose, todos os números mostram isso.

Canoa fazendo água
Dois prefeitos da oposição ligaram para Tião Viana prometendo “cruzar os braços”.

Não espero novidades
A coluna fechou antes do debate da TV-GAZETA. Não creio que tenha trazido um fato novo que possa modificar para cima ou para baixo as posições de Tião Viana (PT) e Marcio Bittar (PSDB).

Votos consolidados
Nesta altura do campeonato a maioria dos votos está consolidada. O que pode modificar os chamados “votos indecisos” e a estrutura da campanha do dia da eleição, nada mais que isso.

Perdeu a bandeira
Depois que Dilma (PT) apareceu na frente de Aécio (PSDB) nos institutos CNT/MDA e Datafolha caiu a bandeira do Marcio Bittar (PSDB) de: “Aécio lá, Marcio aqui”. Quebrou dentro.

OO13
É novidade para quem não vive o bastidor político, vazar a gravação do Petecão, que deixará o Acre se o PT ganhar. Tudo que acontece nas reuniões fechadas da oposição vaza para o PT.

Volto a bisar
As eleições no Acre não são para amadores, mas para profissionais, volto bisar o comentário.

Caiu na campanha
Quem veio de Brasileia revelou ontem que, a deputada eleita Leila Galvão (PT) e o marido Nelson Moreira, assim que acabou a eleição de deputado caíram em campo no segundo turno.

É muita hipocrisia!
Não há nada de mais hipócrita do que um candidato se dirigir a um bairro periférico e gravar com uma família pobre, e com cara chorosa, lamentar a situação. Típico oportunismo barato.

Exemplo aos mais jovens
A secretária da Fazenda, Flora Valadares, se afastou de férias e não importando a idade entrou na campanha de reeleição do Tião Viana. Ela é uma das mais ativas na região de Brasileia.

Verdadeira debandada
Houve uma verdadeira debandada de ex-candidatos a deputado pela oposição para  o barco do PT. Algumas adesões foram divulgadas, outras não foram por pura estratégia política.

É bom irem de carro
Quem for votar em Cruzeiro do Sul é bom ir de carro, os vôos da GOL, rotineiramente, estão retornando do município sem pousar, tão denso é o nevoeiro na pista, nas madrugadas.

Esquema montado
O PT está com um esquema pesado de militância montado para a Capital, muito mais estruturado que até no primeiro turno. Todos os ex-candidatos da FPA estão envolvidos.

Bem mais rápida
Com apenas dois votos, a tendência é que a votação flua mais rápida neste segundo turno, ao contrário do primeiro turno, que com muitos votos, foi arrastada.

Capote deve repetir
A vitória de Tião Viana nas aldeias indígenas foi de capote e se repetirá no segundo turno. Nas urnas dessas seções é coisa rara aparecer um voto para a oposição, pela falta de identidade.

Pegou muito mal
A Câmara Municipal de Rio Branco entrou numa agenda negativa com essa história de criar o “Dia do Fusca”. Não vou me admirar se aparecer um vereador criando o “Dia da Bicicleta”.

Dia de São Nunca
Os investidores no Telexfree ainda hoje amargam o prejuízo, agiram de boa-fé. O ressarcimento, como se comentava ontem numa roda, sairá no Dia de São Nunca, de tarde.

Bela sacudida
A perda da vaga na Câmara Federal e de uma vaga na Assembléia Legislativa deixou o PCdoB menor e merece uma reflexão da sua direção, principalmente, no que concerne no fim do que tinha de mais forte nas campanhas: sua militância aguerrida e seus detentores de mandato centrar os apoios só para dentro do partido. Nesta eleição perdeu as duas características.

Assuntos desta notícia