Prêmio CNMP: MP do Acre se destaca em concurso nacional com reconhecimento de três projetos

Procurador Oswaldo Lima com idealizadores dos projetos
Procurador Oswaldo Lima com idealizadores dos projetos

O projeto ‘Sistema Natera- Efetividade do Atendimento à Pessoa com Dependência Química’, idealizado pelo Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), foi reconhecido pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) como a melhor iniciativa na categoria Tecnologia da Informação – uma das oito do Prêmio CNMP 2014.

Outros dois projetos do MPAC também foram premiados, nesta terça-feira, 21, durante a cerimônia de abertura do 5º Congresso Brasileiro de Gestão do Ministério Público, em Brasília, quando foi divulgado o resultado e realizada a solenidade de premiação.

Concorrendo com 655 práticas bem-sucedidas das unidades do Ministério Público de todo o Brasil, o Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC) e o programa ‘Viver para Servir – uma nova concepção de vida no trabalho’ ficaram em terceiro e quinto lugar, respectivamente, nas categorias em que estavam inscritos.

“Os projetos vitoriosos estão entre aqueles priorizados nesta gestão. Isso demonstra que nossas prioridades estão em plena harmonia com as boas práticas do Ministério Público brasileiro, que caminha firme na direção do cidadão, na resolução de conflitos e no bem-estar da coletividade, num esforço contínuo em prol dos mais necessitados”, destaca o procurador-geral de Justiça Oswaldo D’Albuquerque Lima Neto

O Prêmio CNMP foi criado com o objetivo de prestigiar os programas e os projetos do Ministério Público que mais se destacam na concretização do Planejamento Estratégico Nacional. Essas inciativas ficam inscritas no Banco Nacional de Projetos, que é uma ferramenta responsável por coletar e disseminar os projetos bem-sucedidos no MP.

O secretário-geral do MPAC, promotor Celso Jerônimo de Souza, ressalta que o resultado do Prêmio CNMP 2014 demonstra que o MP do Acre está avançando no sentido de atingir os objetivos que se espera da instituição, o que, segundo ele, tem sido reconhecido por MPs de outros estados.

“Tive a imensa satisfação e orgulho de receber os cumprimentos de muita gente, como também recebeu o nosso procurador-geral. Um dos cumprimentos veio de um colega, dizendo que há muito era um profundo admirado do MP acreano e que, na visão dele, era uma instituição diferenciada, altiva, qualificada, pioneira, com valorosos e qualificados membros, exemplo para todos”, acrescenta. (Texto e foto: Agência de Notícias do MPAC)

Assuntos desta notícia