Carga de castanha ilegal é apreendida pela Receita Federal na fronteira do Acre

Nesta sexta-feira (24), fiscais da Receita Federal receberam uma denúncia anônima, de que havia uma carreta com uma carga ilegal sem o devido desembaraço fiscal.

Os fiscais se deslocaram para uma revendedora localizada na BR-317, na Estrada do Pacífico, onde foi comprovado que uma grande carga de aproximadamente 20 toneladas ou mais de castanha pronta para consumo ou para uso em outras formas na indústria teria entrado no Brasil de forma ilegal.

Segundo o fiscal federal do Ministério da Agricultura, toda a carga pode estar avaliada em cerca de R$ 250 mil, a mesma foi apreendida e deverá ser dado o perdimento total, possivelmente será incinerada.

O proprietário da carreta identificado como Amilton Rodrigues, disse que havia emprestado a carreta para um frete particular e que não sabia o que estaria sendo transportado.

A carreta carregada com a carga foi lacrada e ficará no pátio da empresa até o desenrolar do caso.

Mercadoria está avaliada em pelo menos R$ 250 mil e teria vindo do Peru
Mercadoria está avaliada em pelo menos R$ 250 mil e teria vindo do Peru
Assuntos desta notícia