Política local 01/11/2014

 “A política é a arte de transformar mentiras em verdades”.
(Máxima política mineira)

Olho na Câmara Federal
O já chamado “escândalo dos mandis”, que envolve denúncias de emissão de carteiras frias de pescador profissional  na eleição embute toda uma ação da oposição na divulgação do fato. O senador Renam Calheiros (PMDB) foi procurado para ajudar num aperto ao Ministério da Justiça para que a investigação acelere. A oposição sonha com mais uma vaga na Câmara Federal.

Fica com a vaga
A oposição sonha com a cassação de um deputado federal eleito da FPA e emplacar mais um deputado na Câmara Federal, após o desfecho deste caso.

Acima de suspeita
Um deputado federal eleito e a quem se atribui participação no escândalo, eu conheço bem. É um moço sério, vida reta e não tenho a menor dúvida que é inocente neste caso.

Condução sem escândalos
O vereador Roger Correia (PSB) deverá ser reconduzido à presidência da Câmara Municipal de Rio Branco. Na sua gestão não se conhece um deslize na mesa diretora.

Nome na pauta
O vereador Artêmio Costa (PSDC) é o mais cotado para a primeira secretaria.

Caça aos comunistas
Começa a se articular um movimento para que o vice na chapa de reeleição de Marcus Alexandre, em 2016, não seja do PCdoB. Não vai vigorar. O PCdoB é um aliado de primeira hora.

Toma que o filho é teu
Por ser a maior bancada na próxima legislatura, os deputados do PT têm mais obrigação que os demais aliados na defesa do governo Tião Viana nos debates com a oposição.

Devendo a Deus e ao mundo
A permanecer o quadro de dificuldades financeiras que atravessam as prefeituras do interior, a tendência é que os prefeitos cheguem em 2016 para a reeleição, em profundo desgaste popular.

Matemática errada
Marcio Bittar está equivocado: os votos que teve foram da oposição e não pessoais. Está incorrendo no mesmo erro de avaliação do Tião Bocalom, quando quase ganha o governo.

Gato escaldado…
Não creio que Marcio Bittar vá querer enfrentar o bem avaliado prefeito Marcus Alexandre, em 2016. Vem de quatro derrotas majoritárias: governador, senador, PMRB e governador.

Mérito que ninguém lhe tira
O deputado Jamyl Asfury (PEN) tem um mérito que ninguém lhe tira: foi um dos poucos a ir para o debate  qualificado de cara limpa com a oposição, na Aleac, na defesa do governo.

Vagas em tese
Pequenos Negócios, Seaprof, Educação, são as secretarias que estão com titulares interinos com a saída dos titulares para disputar vagas na Aleac e em tese estão abertas.

Derrota dupla
O deputado federal Henrique Afonso (PV) foi só equívocos políticos  na eleição que findou. Apostou tudo na vitória do Tião Bocalom, depois no Marcio Bittar, e teve derrota dupla.

Anotem este nome
Marleuda Cavalcante. Anotem este nome. É falado e bem visto na cúpula petista para ser candidata à prefeita de Brasileia, em 2016. Empresária, simpática, é ligada à deputada eleita Leila Galvão (PT).

Nomes na mesa
Outros nomes na mesa petista para Brasileia são os da vereadora Fernanda Hassem (PT), Idésio Franke e do vereador Joãozinho (PT).

Ninguém lhe toma o mérito
Quando foi prefeito de Sena Madureira, Nílson Areal deu vitórias expressivas aos candidatos ao governo da FPA. Com Mano Rufino, a oposição ganhou em Sena no primeiro e segundo turnos.

Cota dos imexíveis
Edvaldo Magalhães (Indústria e Comércio), Suely Melo (Saúde), Leonildo Rosas (Assecom), Márcia Regina (Gabinete Civil), Flora Valadares (Fazenda) estão na cota dos imexíveis.

Bons secretários
Todos muito bons secretários. Por isso, creio que permanecerão nos cargos.

Alguém entende
O PMDB tinha Michel Temmer (PMDB) como vice de Dilma Rousseff. Mas, no Acre, toda a cúpula do PMDB trabalhou e pediu votos para o Aécio Neves, certos que ele venceria.

Caminho aberto
Com a vitória em Cruzeiro do Sul no primeiro e no segundo turno (já tinha vencido na eleição anterior à que se findou), caso a FPA tenha um bom candidato em 2016, que consiga aglutinar todas as tendências, é séria candidata a ocupar a prefeitura do município. Aliás, uma das metas políticas de Tião Viana é exatamente ganhar a prefeitura cruzeirense. E com o quadro atual não é impossível.

Assuntos desta notícia