Homem coloca fogo na casa da família e deixa esposa e 3 filhas sem ter onde morar

Maria Erivalda da Costa, 32 anos, teve a sua casa incendiada supostamente pelo próprio companheiro. Ela e suas três filhas ficaram desabrigadas. O incêndio criminoso aconteceu na noite da última terça-feira de Carnaval, 17, no Conjunto Habitacional Cumaru, no bairro Tiro ao Alvo, em Cruzeiro do Sul,

Segundo informações, o homem acusado chegou em casa embriagado e teria pedido que a esposa olhasse as filhas brincando. Com a recusa de Erivalda, o suspeito começou a ficar violento. Ele teria pegado gasolina e ateado fogo na residência com todos perto dela.

“Eu estava em casa limpando o terreiro e ele chegou bêbado. Quando ele bebe, fica muito agressivo, por qualquer coisa que eu fale. Três das minhas filhas estavam comigo no quintal e a mais velha estava dentro de casa. Ele queria que eu ficasse olhando as meninas brincarem do meu lado e deixasse de trabalhar. Foi quando ele começou a ficar com raiva e derrubou tudo. Caiu no chão, levantou e já veio atrás de mim”, contou Maria Erivalda.

O acusado foi preso em flagrante e confessou o crime ao delegado Vinicius Almeida, responsável pelo caso. O companheiro da vítima (que não teve seu nome revelado) responderá por três crimes: destruição de patrimônio, danos e por violência doméstica. Ele foi encaminhado ao Presídio Manoel Nery da Silva, onde ficará em regime fechado.

 

 

Assuntos desta notícia