O AMOR TORNA AS MULHERES MAIS FORTES – UMA HOMENAGEM AO DIA DA MULHER

Os transtornos emocionais, como a depressão e a ansiedade são mais  frequentes nas mulheres. Os homens parecem mais sólidos emocionalmente, mais capazes de se proteger do impacto dos estímulos estressantes.

Isso não é verdade! As mulheres apresentam mais transtornos emocionais não por serem  mais frágeis, mas por que possuem o campo de energia emocional mais dilatado que o dos homens. Essa característica se deve tanto à carga genética quanto, e principalmente, ao contexto social.

Como pesquisador do funcionamento da mente, gostaria de corrigir uma crença que existe há séculos. A crença de que as mulheres são mais frágeis do que os homens. As mulheres amam, são mais poéticas, mais sensíveis, se doam mais e vivem mais intensamente as dores dos outros do que os homens. Além disso, são mais éticas, causam muito menos transtornos sociais e cometem menos crimes. Por terem uma emoção mais rica, as mulheres são menos protegidas emocionalmente e por isso estão mais sujeitas a doenças emocionais.

As mulheres são, portanto, paradoxalmente mais frágeis e, ao mesmo tempo, mais fortes do que os homens. Elas adoecem mais no território da emoção por que navegam mais longe. Por isso, não tente entender as reações das mulheres. Muitos de seus comportamentos são incompreensíveis, ultrapassam os limites da lógica. Quem foi mais forte, os discípulos ou as mulheres que seguem Jesus? Certamente as mulheres! Elas estavam a alguns metros da cruz de Cristo, observando cada um de seus gemidos e cada gota de sangue vertidas de seus punhos e pés. Somente o jovem João se encontrava lá. Os demais discípulos estavam recolhidos em suas casas, sufocados pelo medo, pela ansiedade e pelo sentimento de culpa.

Ao discorrer sobre a crucificação de Jesus, João e os demais autores dos evangelhos prestam uma homenagem às mulheres, citando-as nominalmente: Maria, mãe Jesus; Maria Madalena; Maria, esposa de Clopas, e Salomé.

Por que as mulheres foram homenageadas? Porque elas aprenderam mais rápida e intensamente do que os discípulos a bela arte de amar. O amor as tornava fortes.  O amor as tornava ousadas, mesmo diante do caos da morte. Quem cuida mais dos pais quando estão idosos e debilitados: as filhas ou os filhos? Normalmente são as filhas. Elas se doam mais, porque amam mais.

 (Extraído do livro O Mestre do Amor – Augusto Cury)

m

Assuntos desta notícia