Com três pontes interditadas trânsito fica caótico na capital

 Com a interdição das pontes Coronel Sebastião Dantas, conhecida como Ponte Nova e a Juscelino Kubitschek, conhecida como Ponte  Metálica, causou verdadeiro caos no Centro de Rio Branco na manhã desta segunda-feira, 2. A medida é pela elevação do Rio Acre que atinge níveis recordes.

Homens do Departamento de Trânsito (Detran) de Rio Branco tentavam ajudar os motoristas. O fluxo de veículos continua normalmente nas pontes Amadeu Barbosa e Via Verde para os motoristas que desejam seguir até o Segundo Distrito da capital.

“Está um caos ir para o Segundo Distrito. Não pensei que estivesse tão ruim”, falou a motorista Valéria Lima. Longas filas de carros se formou e causou irritação aos condutores.

Devido aos expressivos números causados pelo Rio Acre, o governador do estado, Tião Viana, e o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, decretaram dois dias de ponto facultativo nas repartições públicas municipais e estaduais. Essa também foi uma medida para aliviar o trânsito no Centro de Rio Branco.

A ponte do Igarapé São Francisco também precisou ser interditada devido ao avanço das águas. De acordo com o superintendente Municipal de Transportes e Trânsito, Nélio Anastácio, o momento é de paciência, sobretudo para quem precisa chegar ao Centro e Segundo Distrito de Rio Branco.

Ele explica que, com os acessos aos bairros inundados pelas águas do Rio Acre, os veículos estão nas mesmas vias principais, o que está causando lentidão. “As vias das regiões mais periféricas estão inundadas e todo mundo está nas vias preferenciais. Bairros como 6 de Agosto, Taquari, Cidade Nova, Cadeia Velha, São Francisco, toda essa região está alagada. Então, todos os veículos estão circulando nas mesmas ruas ao mesmo tempo”, explica.

As autoridades de trânsito pedem à população que não se dirijam com seus veículos para próximo das áreas atingidas pela enchente, evitando causar engarrafamento e transtornos devido o fechamento das pontes.

O superintendente sugere que, aqueles que precisam chegar ao Segundo Distrito, utilizem a Via Verde e pede para os rio-branquenses evitarem o Centro, se for possível. “A única possibilidade para o Segundo Distrito é fazer pela Via Verde, na Terceira Ponte. Sabemos que para algumas pessoas ir ao Centro é imperativo para resolver seus problemas, mas quem puder evitar, vai ajudar muito”, acrescenta.

Fotos Aéreas dos locais atingidos pela cheia do Rio Acre (Fotos Assis Lima) (16)

Fotos/Assis Lima
Fotos/Assis Lima

 

Assuntos desta notícia