Mais de 40 famílias saíram do Parque de Exposição nesta quinta-feira, 26

 A medida que o nível do Rio Acre vai baixando, o número de famílias que saem dos abrigos públicos para casa, aumenta. Nesta quinta-feira, 26, o manancial marcava 12,98 metros. De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, 524 famílias, num total de 1.599 pessoas, ainda estavam alojadas no Parque de Exposição.

Mais de 40 famílias deixaram os cinco abrigos públicos que ainda estão em funcionamento em Rio Branco.Esses números parecem pouco perto das mais de 10 mil pessoas que ficaram desabrigadas quando o manancial atingiu a marca histórica de 18,40 metros, no dia 4 de março.

As famílias regressam para casa, com um kit de limpeza, um sacolão e itens de primeira necessidade, como colchões, por exemplo. As famílias dispõem na volta para casa, também tem o apoio dos caminhões da Defesa Civil, prefeitura e governo do Estado.

A Defesa Civil recebeu 257 solicitações de avaliação de imóveis. Mais da metade deles já foi executada. Quando a casa é condenada pelo órgão municipal, a família, dependendo do caso, é levada para aluguel social, ou já tem o cadastro nas casas do programa Minha Casa Minha Vida.

Dos cinco abrigos, dois serão desativados, ainda nesta quinta-feira, são eles: o Ginásio do Sesi e o Sest/Senat. Continuam em pleno funcionamento, os abrigos instalados no Sesc Bosque, Parque de Exposição e um abrigo rural.

A cheia histórica do manancial chegou a afetar diretamente cerca de 87 mil pessoas em 53 bairros de Rio Branco e desabrigar mais de 10 mil.

 

 

Assuntos desta notícia