Jorge Viana garante mais recursos do Orçamento para Funai

Senador garantiu à Funai que vai lutar por mais recursos
Senador garantiu à Funai que vai lutar por mais recursos

O senador Jorge Viana reuniu-se nesta semana com o presidente da Fundação Nacional do Índio, Flávio Chiarelli, e garantiu que vai trabalhar por mais recursos para esta instituição que ele define como fundamental para o Brasil e para a Amazônia. Também participaram do encontro o Coordenador de Proteção e Localização de Índios Isolados da Funai, Leonardo Lenin, e a assessora parlamentar da entidade, Solange Alves.

Ao Vice-presidente do Senado, a equipe da Funai pediu apoio especialmente para o o setor de Fiscalização e Demarcação de Terras Indígenas, Localização e Proteção de Índios Isolados e de Recente Contato. A proposta inclui a execução de um projeto de reestruturação e manutenção da Frente de Proteção Etnoambiental Envira, localizada no estado do Acre, que realiza a proteção de quatro povos indígenas isolados confirmados e que são monitorados pelas Funai. Povos que recentemente estabeleceram contato com outros indígenas que já são contatados.

“Os índios isolados vivem na floresta. São centenas deles. Parece pouco crível, mas existem pessoas que estão na floresta, que têm suas famílias e que não têm contato com nada disso que nós achamos tão essencial na vida. E o Acre tem o maior contingente de índios isolados. Há, pelo menos, quatro áreas com esses grupos. Talvez não haja neste momento uma causa, do ponto de vista humano, mais nobre do que esta”, disse o parlamentar.

Após o encontro, Jorge Viana entrou em contato com o relator do Orçamento de 2015, senador Romero Jucá (PMDB/RR), e garantiu a inclusão de emenda destinando mais recursos para atividades da Funai, especialmente relacionadas aos índios isolados na Amazônia. Somente para atendimento aos índios isolados foram mais R$ 7 milhões em recursos adicionados. Parte desses recursos irá para um projeto piloto a ser desenvolvido no Acre numa parceria entre Funai e a secretaria Especial dos Povos Indígenas do Governo do Estado. O projeto está estimado em R$ 5 milhões e para este primeiro ano de trabalho a expectativa é de liberação de R$ 1,5 milhão.

“Quero parabenizar o sertanista José Meirelles, o Terri Aquino, toda equipe da Funai, o pessoal da CPI, da Funai, do governo acreano e todos que trabalham com a causa indígena no nosso Estado. Conseguimos garantir esses recursos no orçamento e agora vamos trabalhar pela liberação desse dinheiro ao longo deste ano”, declarou Jorge Viana. (Texto e foto: Assessoria Parlamentar)

Assuntos desta notícia