Rio Acre permanece abaixo da cota de alerta em Brasileia

 Enquanto a capital acreana vive momentos críticos com a cheia do Rio Acre, as cidades do Alto Acre trabalham para reparar os estragos deixados pela alagação. Brasileia, que permaneceu por oito dias inundada, aos poucos retorna à normalidade. A medição realizada pelo Corpo de Bombeiros Militar nesta quarta-feira, 4, registrou o nível de  4 metros.

O nível das águas permanece estável, abaixo 5,80 metros da cota de alerta (9,50 metros). De acordo com o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), na última terça-feira, 3, houveram precipitações em toda a bacia do Rio Acre, com acumulados entre 10 e 30 milímetros, dentro do que estava previsto para a região.

As chuvas mais intensas ocorreram em Porto Acre, com acumulados que chegaram a 50 milímetros.

Assuntos desta notícia