Tatuadores acreanos são premiados em Ji- Paraná

 No último final de semana, 13,14 e 15, aconteceu em Ji-Paraná (RO), a primeira edição da convenção de tatuagem ‘Jipa Ink’. Cerca de 30 tatuadores dos estados do Acre, Rondônia, Mato Grosso e até da Bolívia, participaram do evento. Durante os dois dias de convenção cerca de 750 pessoas passaram pelo evento.

Durante a programação que começou na sexta-feira, foi realizado workshop avançado de piercing, com o Compadrito Anibal, que atua em toda a América do Sul e possui mais de 10 mil perfurações em seu currículo.

No sábado e domingo, o evento foi aberto ao público durante o dia todo, onde ocorreram as competições entre os tatuadores que participaram do evento.

Os profissionais competiram em 10 categorias de tatuagem, separadas por estilo de desenho. O primeiro colocado de cada categoria recebeu um troféu e uma máquina de tatuagem Evolution, linha Jipa Ink.

Bruce López, acreano e tatuador há sete anos, saiu de Rio Branco para competir e também prestigiar o evento. O tatuador que se inscreveu em duas categorias, foi o primeiro colocado na categoria Oriental. A tatuagem premiada demorou cerca de 4 horas para ser finalizada.

De acordo com Bruce, são esses eventos que contribuem com o crescimento do artista. “Foi um evento muito bonito. Espero que em algum momento esses eventos aconteçam aqui”, disse o tatuador.

Mayke Mapeano, também acreano e tatuador há cinco anos, participou da competição e ficou em segundo lugar na categoria Oriental. Mayke conta que ficou surpreso com a premiação. “Havia muitos artistas bons na categoria que me inscrevi”, frisou.

Para Mayke essas experiências contribuem para o crescimento profissional e aperfeiçoamento da sua arte. “Foi um grande aprendizado, deu até ânimo para participar de outros eventos. Representar nosso estado mostra que temos bons artistas”, salientou o tatuador.

 

Assuntos desta notícia