Gazetinhas 12/04/2015

* Com crise ou sem crise, ‘o tempo não para’…

* Já dizia o sábio Cazuza.

* E, na última sexta-feira, completaram-se os simbólicos 100 dias do segundo mandato do governador Tião Viana.

* Apesar do início difícil, surreal até, com a inesperada maior cheia da história do Estado, Tião conseguiu contabilizar boas conquistas.

* E é certo que o trabalho e a estrutura bem preparada, nos quatro anos anteriores, deram a margem para que os resultados começassem a aparecer.

* É o caso do Complexo de Piscicultura, que, enfim, colocou os primeiros produtos no mercado, na última Semana Santa;

* E da prometida empresa de telemarketing, que começou o treinamento de três mil jovens para iniciarem as atividades no final deste mês.

* Projetos amplamente anunciados, no primeiro mandato, e que, agora sim, fazem parte da realidade da economia local.

* É importante reconhecer, principalmente quando se sabe que, em muitos governos brasileiros, grandes ideias perdem-se no “tempo” e na inabilidade dos gestores de torná-las possíveis…

* Seja pela corrupção ou pela mera incompetência mesmo.

* Não é o caso do Acre.

* Apesar de todos os pesares, falhas ou excessos, neste ou em todos os setores…

* Capacidade de realização é um dos maiores atributos do governador Tião Viana e de sua equipe de trabalho.

* E, sem dúvida, o maior trunfo dele contra a desarticulada oposição.

* Ainda falando em políticos, competência e tal…

* Ex-deputada Perpétua Almeida continua firme e forte na luta pelas causas sociais do Acre.

* No caso dos soldados da borracha, tratou de resolver, pessoalmente, os problemas dos velhinhos que tiveram problema para receber o benefício.

* É um bom exemplo de que ninguém precisa de mandato para exercer a cidadania.

* Em tempo, presidente da OAB/AC, Marcos Vinícius Rodrigues, se manifestou, oficialmente, contra a pensão para ex-governadores…

* Seguindo o entendimento da OAB nacional, que luta pelo fim do benefício no STF.

* Ah, bom…

* A uma emissora de TV local, o advogado chegou a dizer, anteriormente, que “cada caso deve ser analisado de forma específica”…

* E que um “outro modelo” deveria ser criado, “no caso de governadores que, em busca do zelo pela coisa pública, acabam se expondo demais”.

* Soou estranho.

* Brrr…

* Vem friagem por aí.

* E quem fala é ele, aquele que mais entende do assunto no Acre, no Brasil, quiçá no mundo.

* Friagem, Friale… Entendeu?

* Ririri.

* Segundo El Brujo, vem aí a quarta frente fria deste ano. E, dessa vez, a temperatura vai cair de forma mais brusca.

* Após o dia 14. Anotem aí.

* Ele não erra.

Assuntos desta notícia