Índios Yawanawás participam pela primeira vez de desfile no São Paulo Fashion Week

O ator Reynaldo Gianecchini  tietou os indígenas da aldeia Mutum nos bastidores do desfile da Cavalera. (Foto: FOTO: IWI ONODERA, EGO/ GLOBO.COM)
O ator Reynaldo Gianecchini tietou os indígenas da aldeia Mutum nos bastidores do desfile da Cavalera. (Foto: FOTO: IWI ONODERA, EGO/ GLOBO.COM)

No primeiro dia de desfile do São Paulo Fashion Week (SPFW), durante a apresentação da coleção da marca Cavalera, 20 índios acreanos pisaram pela primeira vez na passarela, na última segunda-feira, 13. Os indígenas são da aldeia Mutum, localizada às margens do Rio Gregório, em Tarauacá.

Dos 20 índios, 17 nunca haviam saído da tribo. Os Yawanawás ficaram cerca de duas horas fazendo desenhos e pinturas no povo de sua aldeia. O grupo é liderado pela cacique da aldeia, a senhora Mariazinha Yawanawá, e sua filha, Kenewma.

Após ver jornalistas e modelos preocupados com possíveis manchas na pele, a cacique explicou que as tintas são removidas facilmente com água. “Não se preocupa. É só lavar”, resumiu, de forma simples, para uma das modelos.

“Vamos cantar durante o desfile. Estamos felizes!”, acrescentou a cacique.

Kenewma, de 21 anos, contou que a experiência fashion foi divertida. “Pegamos barco, carro e avião”, comentou.

“É nossa primeira vez em um desfile de moda. É tudo muito bonito. Na verdade, aqui é tudo muito diferente. É muito barulho e muita agitação. É bom às vezes, né? Na nossa floresta, sempre é muito silêncio e às vezes só escutamos os cantos dos pássaros. Estou adorando”, explicou a jovem.

A jovem Yawanawá deu ‘gritinhos’ de felicidade ao ver o ator Reynaldo Gianecchini, que também participou do evento. Inclusive, ele foi o artista escolhido pela Cavalera para cruzar a passarela da marca que apresenta sua coleção de verão 2016 (Com informações do site Ego / Globo)

Assuntos desta notícia