Prefeito Marcus Alexandre entrega 9ª unidade de saúde em sua gestão, no bairro Conquista

O prefeito Marcus Alexandre entregou na manhã desta terça-feira, 14 a nova Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Conquista que passará a se chamar Luana de Souza Freitas e vai melhorar o atendimento da atenção primária aos moradores.

A solenidade de inauguração da nova UBS foi acompanhada pelos deputados estaduais Jenilson Leite e Heitor Júnior, pelos vereadores Antônio Morais e Roselane Alves, pela secretária Adjunta de Saúde de Rio Branco, Jesuíta Arruda, pela diretora da Unidade, Valquíria Rezende e pela vice-presidente da Associação de Moradores Ruth de Souza.

A Unidade de Saúde do Conquista é uma obra realizada a partir da parceria da prefeitura de Rio Branco com o Governo Federal, através do Ministério da Saúde e também do Governo do Estado.
A nova UBS possibilitará mais comodidade aos moradores do bairro Conquista, já que eles não precisarão mais se deslocar até ao posto de saúde da Vila Ivonete para receber atenção básica e nem para ter atendimento médico. A unidade atenderá diretamente 2,7 mil famílias e mais de dez mil pessoas.

A UBS do bairro Conquista, assim como os demais, funcionará de segunda à sexta-feira das 7h às 12h e das 14h às 17h com duas equipes de saúde da família composta por dois médicos do programa Mais Médicos, dois técnicos de enfermagem, dois enfermeiros e dezoito agentes comunitários de saúde.

Ela é a nona unidade de saúde que está sendo entregue pelo prefeito Marcus Alexandre à comunidade. Antes dela, outras UBSs no Tancredo Neves, Seis de Agosto, Altamira, Cabreúva, Bahia Nova, Taquari, Laélia Alcântara e Comara já haviam sido entregues e ainda há dezesseis em andamento, incluindo o Barral Y Barral, que será uma referência no atendimento especializado.

Dona Cristina Moura Nascimento reside no bairro há mais de cinquenta anos e faz questão de dizer a nova UBS trará uma série de benefícios aos moradores. “Obras que a gente nunca viu aqui está vendo agora e esse posto vai melhorar muito o nosso atendimento porque é bem pertinho aqui de casa”, afirmou a moradora.

A secretária Adjunta de Saúde de Rio Branco, Maria Jesuíta Arruda, destacou o empenho do prefeito Marcus Alexandre em trazer o atendimento para mais próximo das pessoas. Já o vereador Antônio Morais, autor da indicação para a reforma da antiga Unidade de Saúde da Família (USF), agora transformada em UBS, destacou que a nova unidade era tudo o que os moradores do bairro Conquista mais precisavam.

A vice-presidente do bairro, dona Ruth de Souza, além de agradecer ao prefeito Marcus Alexandre, também destacou que a unidade não era mais um sonho dos moradores, mas uma realidade. “O prefeito Marcus Alexandre é um guerreiro e por isso só temos a agradecer porque agora essa unidade de saúde não é mais um sonho”, ressaltou.

“Apesar das dificuldades com a alagação que tivemos esse ano, continuamos os nossos esforços para construir unidades de saúde mais próximas das pessoas e para isso temos contado com as parcerias importantes da Presidenta Dilma Rousseff e também do governador Tião Viana, pois a alagação pode ter levado coisas materiais, mas não levou a nossa fé e a nossa esperança”, afirmou o prefeito Marcus Alexandre.

Homenagem e emoção
A entrega da UBS do bairro Conquista contou a presença dos familiares da jovem Luana de Souza Freitas, que faleceu no ano passado vítima de um assalto feito em sua residência e cujo nome empresta à nova unidade. Os pais e parentes de Luana não contiveram a emoção pela homenagem recebida da Prefeitura de Rio Branco.

Luana de Souza Freitas nasceu no próprio bairro Conquista e era catequista da comunidade Nossa Senhora de Nazaré, participava do grupo de jovens, estudava o ensino médio na escola João Aguiar e à noite fazia um curso técnico na área de saúde, sendo considerada muito dedicada aos estudos.

Luana também era integrante de um grupo de dança que estudava a cultura japonesa. Por sua imensa capacidade intelectual era autodidata e já exercitava, desde cedo, a fluência da língua japonesa, pois tinha o sonho de conhecer o Japão.

Mas em uma madrugada de agosto de 2014, sua casa foi invadida por estranhos, que atiraram nela e também no pai e no irmão. Ela faleceu nos braços de sua mãe, deixando toda a comunidade comovida.  (Assessoria PMRB)

Assuntos desta notícia