Governo dá continuidade a programa de combate a extrema pobreza no Acre

Em agenda na manhã desta quinta-feira, 16, em Brasília, o governador Tião Viana se reuniu com membros do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) para tratar da continuidade do programa de combate a extrema pobreza no Acre. Um convênio de R$ 20 milhões já havia sido firmado, do qual R$ 5 milhões já foram aplicados. Agora, em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), os outros R$ 15 milhões serão transformados em novas ações.

Segundo a chefe da Casa Civil, Márcia Regina Pereira, o projeto de aplicação dos recursos ganhou uma prorrogação após a parceria com o BNDES. Os valores serão investidos principalmente na recuperação da área produtiva atingida pela enchente dos rios acreanos este ano, sobretudo nas áreas arrasadas pelo Rio Acre, lesando centenas de famílias que vivem da agricultura familiar.

O detalhamento do diagnóstico indica que os prejuízos nas áreas de agricultura e pecuária, por municípios, somam quase R$ 70 milhões, e na área de infraestrutura as perdas são de R$ 76,7 milhões. A atenção emergencial do governo ao setor rural resultou no envio imediato de cestas de alimentos, água potável e produtos de limpeza para a população. Agora, o Tião Viana afirma que a melhor reposta política para esse setor é buscar reerguê-lo e garantir o ambiente próspero para o qual se encaminha.

Assuntos desta notícia