Inscrições para o Projovem Urbano prosseguem até o dia cinco de maio

A prefeitura de Rio Branco, através da Secretaria Municipal de Educação (Seme), prossegue com as inscrições para o Projovem Urbano até o dia 5 de maio. Ainda há 300 vagas em aberto e os cursos são direcionados para quem ainda concluiu o ensino fundamental.

Embora as aulas do Projovem Urbano já tenham iniciado, a coordenadora do programa na capital, Lídia Maria Mota, explica que há todo um calendário montado pelos professores e coordenadores para a reposição de conteúdo, garantindo a qualidade do ensino.

Os interessados em fazer a inscrição podem se dirigir durante o dia à sede do Projovem Urbano, localizado na avenida Getúlio Vargas, próximo ao Juventus. À noite, as inscrições serão realizadas nas escolas Mário de Oliveira, próximo ao Terminal Urbano, Lourenço Filho, próximo ao Teatrão e Heloísa Mourão Marques, na ladeira do Bola Preta.

Para se inscrever no Projovem Urbano, o candidato precisa pelo menos saber ler e escrever e caso tenha algum problema na documentação realiza uma prova na própria coordenação para efetivar sua matrícula. O aluno ganha ainda uma bolsa de estudo no valor de 100 reais, que será paga mensalmente, como forma de incentivar o jovem a concluir os estudos.

O aluno do Projovem, além das disciplinas de ensino fundamental, tem ainda iniciação e qualificação profissional, inclusão digital através de curso de informática e caso tenha filho e não tenha com quem deixar, a coordenação do programa dispõe de cuidadores, profissionais habilitados no próprio núcleo onde ele for estudar.

A coordenadora do Projovem Urbano em Rio Branco, Lídia Maria Mota, explica que o projeto foi lançado em 2003 pelo Governo Federal e é uma forma de incentivar o jovem, que por algum motivo deixou de estudar, a voltar à sala de aula e ter uma oportunidade de entrar no mercado de trabalho.

“O Projovem é um curso de um ano e meio e depois desse período ele está apto a entrar no ensino médio, que pode ser feito também em um ano e meio através do Programa de Ensino Médio (PEEM) e ter condições de disputar vagas no mercado de trabalho”, enfatizou.

O secretário Municipal de Educação (Seme), Márcio Batista, também destacou a importância do Projovem Urbano porque é uma oportunidade do jovem fazer um curso profissionalizante e garantir oportunidades, já que é um projeto direcionado voltado para corrigir distorções entre idade e série.

Mais informações podem ser obtidas na coordenação do programa em Rio Branco pelo telefone 3223-1893.

Assuntos desta notícia