Bucho gostoso

Imagine a cena em que você está sentado na beira da calçada, tomando um sorvete com uma moça linda ou se você for a moça, imagine um cabra. Imaginou? Muito bem, a cena foi mais ou menos essa, estava sentado, papeando e tomando aquele geladinho com uma morena super gatinha, quando num dos assuntos vem à famosa pergunta: Você está namorando amigo?

Sem titubear, respondi categoricamente que ainda estou à disposição do mercado para a criação de uma raça superior. Ela imediatamente riu e na sequência me falou que começou a namorar um rapaz do estilo “quilometrossexual” (raça superior ao metrossexual) só que com vinte quilinhos a mais.

Mulheres do meu Brasil, vocês estão cada vez mais exigente, que graça tem amar um pedaço de pau cheio de músculos e sem graça, que se duvidar, divide o brilho labial com você. Homem com H e história são os gordinhos que sabem amar como ninguém, sem falar que na hora do caqueado, os fofinhos são melhores!

Que atire a primeira pedra aquela que não foi feliz por namorar ou trocar vivencias na horizontal com um namorado, um lance, um fica, uma pulada de cerca com um homem de bucho curto ou protuberante. Os buchudos sabem amar como ninguém e são excelentes companheiros quando não estão em época de acasalamento por conta do grande período de solteirismo.

Já foram comprovados os estudos, que os gordinhos são os melhores na cama, não como o metroman, que não passam de homens DVD (deitam, viram e dormem após copular). Gordinhos são safados e conquistadores, mas quando se aquietam, só uma importa. Ou até um novo grande amor.

Enfim, amem os gordinhos, assim como amam os tanquinhos, pois o que importa é ser feliz, o resto é história. Lembro a você que está solteira, ainda estou disponível… rs

* Victor Augusto (Bombomzão) é jornalista.
E-mail: [email protected]

Assuntos desta notícia